“Efeito Gareca” faz São Paulo vetar reforços colombianos com Osorio

O técnico Juan Carlos Osorio tem liberdade para indicar ao São Paulo qualquer reforço, desde que o jogador não seja colombiano. A revelação foi feita pelo vice-presidente de futebol do Tricolor, Ataíde Gil Guerreiro. O dirigente citou o exemplo do argentino Ricardo Gareca, ex-Palmeiras e atualmente na seleção do Peru, para justificar essa determinação, que, segundo ele, já foi aceita pelo novo treinador

Questionado pela reportagem sobre o colombiano Macnelly Torres, meia de 30 anos do Junior Barranquilla, que teria sido indicado por Osorio, Ataíde acabou revelando o acordo

– Não tem nada (de Macnelly Torres). Não estamos adquirindo ninguém. Fizemos um acordo com o Osorio e não vamos contratar ninguém da Colômbia. Nem o Pelé de lá. Queimaram o Gareca, que é bom técnico, porque trouxeram um monte de argentino (Allione, Mouche, Tobio e Cristaldo foram contratados pelo Palmeiras em 2014). Depois ele caiu porque encheu o time de argentino. Os (outros) jogadores acabam ficando contra. Então, nós combinamos que ele vai olhar o mercado brasileiro – disse Ataíde.

Um dos problemas enfrentados por Gareca no Palmeiras foi a divisão provocada no elenco, entre argentinos e brasileiros. Ataíde quer evitar isso.

Ataíde Gil Guerreiro, vice-presidente de futebol do São Paulo (Foto: Mister Shadow / Agência Estado)Ataíde Gil Guerreiro, vice de futebol do São Paulo, revelou acordo (Foto: Mister Shadow / Agência Estado)

O dirigente negou interesse no volante Ralf, do rival Corinthians, oferecido por agentes e descartado anteriormente pelo presidente Carlos Miguel Aidar, além de Renato Cajá, meia da Ponte Preta. Irritado com os nomes citados de possíveis reforços do São Paulo, Ataíde desabafou e fez um aviso.

– Não existe nada disso: Ralf, Cajá e João Paulo (atacante revelado em Cotia e que se disse feliz com o interesse do Braga, de Portugal). Ele praticamente nem jogou. Isso é coisa de empresário querendo valorizar. Ele acabou de assinar contrato (de renovação). Durante 60 dias o Osorio vai conhecer o elenco e não vamos negociar com ninguém – afirmou o dirigente.

Ataíde, por fim, repetiu discurso de Aidar e disse que Luis Fabiano vai completar o sétimo jogo no Brasileirão, contra a Chapecoense, neste sábado, na Arena Condá. Se encarar o time catarinense, o centroavante não poderá defender outra equipe na competição nacional.

O dirigente também se mostra satisfeito com a escolha por Osorio, que estreou com vitória sobre o Grêmio, por 2 a 0, no último sábado, e esteve na Arena do Palmeiras para assistir ao amistoso entre a Seleção e o México.

– Acho o trabalho dele ótimo. Está indo muito bem. Temos uma esperança grande. Não foi uma escolha aleatória. Vocês sabem que corremos por vários lugares até chegar a ele. Acertamos na contratação – encerrou.

 

Fonte: Globo Esporte

7 comentários em ““Efeito Gareca” faz São Paulo vetar reforços colombianos com Osorio

  1. Eu concordo com todos os pontos de vocês, mas acho que é relevante a ideia de que se encha o grupo com jogadores colombianos. Não por causa da Colômbia. Mas por que não um argentino? Ou Uruguaio? Ou chileno? Ou brasileiro? O q se quis dizer é q a presença de muitos jogadores do mesmo país poderia dividir o grupo, tornar lenta a adaptação do treinador com o futebol brasileiro e ainda fazer com q ele se acomode com os jogadores do mesmo país, já que seria nais fácil para ele trabalhar. Assim seria apenas uma transposição de um time de outro país, com sua cultura e entendimento de futebol estampando a camisa do Spfc, ao invés de se fazer um trabalho diferente voltado ao nosso time brasileiro

  2. Também não vi bobagem no que ele falou, só me espanto de constatar que pensamos assim aqui no Brasil.
    Se um treinador argentino conhece mais jogadores argentinos e pede a contratação de argentinos, isso vira motivo pra racha no elenco… qual é a lógica disso?

    Sei lá, me parece que nosso povo se nivelou por baixo e está satisfeito com isso… melhor evitar uma situação que lidamos errado por sermos burros do que deixar de ser burro e lidar direito com a situação. É meio triste.

    • Imagine se na Europa imperasse este pensamento quanto a jogadores estrangeiros. Realmente parece que estamos nos nivelando por baixo, concordo semente nesse ponto. Quanto a Ataide falar bobagem já para fazer um livreto. com suas “pérolas”.

  3. Discordo de todos vcs. Acho o Ataíde preparado para o cargo. E não vi bobagem alguma naquilo que ele falou. E tb não sou parente ou conhecido dele.

  4. Estava bom demais para ser verdade o sumiço do Ataíde. Dirigente intempestivo de declarações polêmicasE desnecessárias. Eu acreditava que agora ele fosse pedir demissão da diretoria.

  5. Ataíde deveria continuar sumido, pois voltou a cena apenas para falar bobagem, digna de um amador. Vamos comparar Ataíde com quem ? Ele está muito abaixo do nível do que o SPFC realmente precisa para esta função.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.