Dorival admite negociação por Victor Ferraz e quer manter Júnior Tavares

Dorival Júnior concedeu na manhã desta sexta-feira, antes do treino, a última entrevista coletiva da temporada no CT da Barra Funda. E o técnico do São Paulo, embora ressalte a importância do jogo deste domingo, contra o Bahia, no Morumbi, já fala em 2018, tratando das laterais: não quer perder Júnior Tavares para o Corinthians e admite negociação aberta para contratar o lateral-direito Victor Ferraz, do Santos.

– É um grande nome e foi uma indicação, mas debatemos muitos nomes. É uma possibilidade. A diretoria do São Paulo fez um contato com a diretoria do Santos. Se acontecer, vai ser importante. Vamos priorizar os que estão aqui – disse o técnico, controlando palavras a respeito de reforços.

– Não sei quais atletas nós poderemos atacar, ir no mercado e tentar trazer. Não posso falar sobre isso (posições carentes no elenco). Internamente, é natural que eu discuta uma ou outra posição. Acima de tudo, você precisa reconhecer quem está aqui.

Dentro do conceito de reconhecer quem está no elenco, Dorival não abre mão de Júnior Tavares. O lateral-esquerdo termina a temporada como reserva de Edimar e vem sendo testado em posições mais ofensivas.  O Corinthians gostaria de contar com ele, cedendo o atacante Lucca, que esteve emprestado à Ponte Preta, em troca, mas o treinador do São Paulo quer Júnior Tavares.

– Conto com o Júnior. É natural que você ventile muitas coisas em torno dele. Chegam propostas de trocas e tal, muitas vocês não sabem, mas outras vocês acabam sabendo. O Júnior pode desenvolver muito mais e tudo depende de tempo e de concentração maior dentro de campo.

Confira outros temas abordados por Dorival Júnior em sua entrevista:

Lugano titular no domingo
O Lugano estará em campo e espero que não tenhamos um jogo festivo por conta disto. O Lugano mereceu a vaga porque está tendo um desempenho exemplar nos treinos. A participação que ele teve nos treinamentos foi fundamental. Ele foi responsável também por essa condição de passar tranquilidade aos jogadores. Qualquer outro atleta talvez tivesse cobrado outra situação. O Lugano, não. Sempre colocou o São Paulo acima de uma condição pessoal.

Lugano com cargo na diretoria
O Lugano é um desses jogadores que, ao longo da própria carreira, vai preparando o terreno para uma nova posição. É natural que neste momento ainda ele não deva ter amadurecido a ideia. Precisamos ter calma e esperar uma definição do próprio atleta. Vamos deixar que as coisas aconteçam de uma maneira mais natural.

Duelo contra o Bahia
Uma equipe que sempre brigou contra a zona do rebaixamento. Espero que mantenha isso. Para o São Paulo, é muito pouco, mas espero que façamos um grande jogo. Um jogo à altura do que a equipe vem apresentado até o momento.

Ingresso a R$ 1 no domingo 
É um valor simbólico e que completa o que o torcedor fez ao longo de toda a temporada. O torcedor do São Paulo foi exemplo para todo país e espero que essa referência seja reflexo para outras mais. A torcida são-paulina fez o contrário de todo mundo. Isso aí soa como um agradecimento ao torcedor. É apenas o simbolismo de um real, mas espero que seja o reflexo de tudo o que fizeram pela nossa equipe.

Possível vaga na Libertadores
Precisamos fazer a nossa parte. Nós precisamos de uma combinação. A primeira situação é você fazer aquilo que seria a sua função. Acho que o campeonato que a equipe do São Paulo fez, de recuperação. Fico muito satisfeito pela nossa melhora na competição, jogando futebol, não com preocupações defensivas. O São Paulo propôs jogos e tentou ir para cima dos seus adversários. Fico satisfeito por aquilo que eu presenciei em relação a um crescimento natural da equipe. Acima de tudo, se expondo e buscando os resultados. Acredito que é isso que faz uma equipe alcançar um nível aceitável de rendimento.

Emprestados que voltam
O Reinaldo volta e o Maidana ainda não tem nada definido. O São Paulo precisa de alguns nomes. É natural que eu continue trabalhando para encontrar alternativas. Quero que o clube tenha condições de manter os salários em dia e dar as condições para o trabalho. Preciso valorizar o que temos aqui dentro e a base, pois ela é a vida de um clube de futebol.

Lista de dispensa 

Acho que aumentar muito o elenco, não. Mas uma ou outra situação terá que ser realizada. Generalizar é muito difícil. Temos garotos promissores da base e que precisam de uma oportunidade. Prefiro que seja assim.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*