Dirigente do Fluminense questiona métodos de pesquisa sobre torcidas

Dirigente do Fluminense questiona métodos de pesquisa sobre torcidas No último sábado, oDatafolhadivulgou os resultados de sua última pesquisa sobre os tamanhos das torcidas brasileiras. Em primeiro lugar, o instituto mostrou um empate entre Flamengo e Corinthians, com 16% da população brasileira acima de 16 anos torcendo para cada equipe. Outro dado que chamou a atenção foi a posição do Fluminense, classificado em 12º, com 1% de torcida, ao lado de Portuguesa, Bahia e Vitória. A diretoria tricolor não gostou dos números.

“Essa pesquisa é estapafúrdia. As pesquisas podem ser feitas de diferentes formas, métodos e critérios, mas não há condição da imensatorcida tricolor ser comparada com a da Portuguesa, com todo respeito. É inegável que a década de 90 foi ruim para o Fluminense e que isso se reflete, mas os resultados esportivos dos últimos cinco anos vão se refletir em um curto espaço de tempo”, disse Alexey Dantas, vice-presidente de relações institucionais do Flu, à Rádio Tupi.

Para o dirigente, o resultado só pode ser explicado pelo fato de o Datafolha ser uma instituição paulista. Dantas ainda aponta critérios de audiência e de pay-per-viewcomo de maior confiabilidade.

A pesquisa foi realizada com base em 2.588 entrevistas, realizadas no último dia 13 de dezembro em 160 cidades brasileiras. Apenas pessoas maiores de 16 anos responderam à pesquisa.Abaixo, confira o resultado completo:

1° Flamengo: 16%
1° Corinthians: 16%
3° São Paulo: 9%
4° Palmeiras: 7%
5° Vasco: 5%
6° Grêmio: 4%
7° Cruzeiro: 3%
7° Santos: 3%
9° Internacional: 2%
9° Atlético-MG: 2%
9° Botafogo: 2%
12° Fluminense: 1%
12° Bahia: 1%
12° Vitória: 1%
12° Portuguesa: 1%

Nenhum: 23%

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Dirigente do Fluminense questiona métodos de pesquisa sobre torcidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*