Dirigente descarta Júlio Baptista, mas não revela cotados para vaga de Kaká

Na noite desta terça-feira, a cidade paraguaia de Luque recebe o sorteio que define a fase grupal da Copa Libertadores da América-2015. Representante são-paulino na solenidade, o gerente de futebol Gustavo Vieira de Oliveira, filho do ídolo corintiano Sócrates e irmão de Raí, foi enfático ao tratar dos possíveis reforços para a competição internacional e não revelou o nome desejado para substituir Kaká. Porém, rechaçou as especulações que apontavam Júlio Baptista como futura aquisição tricolor.

“Nós nutrimos muito carinho pelo Júlio Baptista, mas não pensamos nele. É um jogador que acabou de conquistar o Campeonato Brasileiro pelo Cruzeiro e está feliz lá. Não existe essa possibilidade”, admitiu, em entrevista ao canal Fox Sports.

Adiante, o dirigente rasgou elogios a Kaká e disse ser impossível buscar alguém que o substitua a nível humano. “O vazio técnico a gente vai procurar preencher, mas o vazio humano é impossível. Foi um prazer ter convivido com ele, ainda que por pouco tempo. É uma pessoa especial e iluminada, que trouxe uma grande experiência para nós”, revelou.

Divulgação

Campeão no Cruzeiro, Júlio Baptista não está na pauta tricolor para 2015 (Foto: Washington Alves/Light Press)

Por fim, Gustavo ressaltou que trabalha com possibilidades dentro e fora do Brasil para reforçar o elenco à altura e atingir um 2015 correspondente com as altas expectativas depositadas pelos torcedores são-paulinos. “É uma competição que o torcedor tricolor gosta muito e está acostumado. A Copa Libertadores da América é nosso desejo e, por isso, estudamos vários nomes para substituir o Kaká. Só posso afirmar que surpresas ocorrerão”, encerrou.

Já garantido no estágio grupal da Copa Libertadores da América, o São Paulo apenas cumpre tabela no Campeonato Brasileiro neste domingo, quando mede forças com o Sport Recife, às 17 horas (de Brasília), na Arena Pernambuco. Os comandados de Muricy Ramalho aparecem na assegurada vice-liderança, com 70 pontos somados, trilhando um retrospecto de 20 vitórias, dez empates e sete derrotas.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.