Diretoria afirma que um jogo não mudará futuro de Willian José

Os importantes gols marcados contra a Universidad de Chile, pela Copa Sul-Americana na última quarta-feira, não mudarão o futuro de Willian José no São Paulo. Com contrato até o fim deste ano, ele quer ficar, mas ainda não sabe onde jogará em 2013.

– Nós avaliamos o atleta por um período todo de trabalho. Um jogo só não vai mudar essa avaliação – disse Adalberto Baptista, diretor de futebol.

Por enquanto, a diretoria são-paulina não mostrou interesse em prorrogar seu empréstimo ao Deportivo Maldonado (URU), quanto mais contratá-lo em definitivo, desejo das pessoas que cuidam da sua carreira. O discurso é padrão para jogadores em fim de contrato: só serão procurados perto do término.

Pesa contra a permanência de Willian o fato de o clube estar de olho no centroavante Aloísio, do Figueirense, nome que conta não só com a aprovação da cúpula tricolor mas também com o aval do técnico Ney Franco.

Por outro lado, o próprio treinador é um dos maiores defensores do atacante. Em suas entrevistas coletivas, Ney costuma elogiar Willian José e afirma que ele será um dos principais atacantes do Brasil.

No Paulistão deste ano, graças a uma lesão de Luis Fabiano, o camisa 19 ganhou enfim oportunidades com Leão e, durante todo o campeonato, supriu bem a ausência de Fabuloso, se firmando como o artilheiro da equipe com 11 gols na competição.

Porém, com o retorno do camisa 9 ao time, Willian passou a ter menos minutos em campo, principalmente no Brasileiro, quando chegou a perder espaço inclusive para Cícero, que não é centroavante de origem. Um episódio com a própria torcida no jogo contra o Sport, quando esbravejou contra as vaias que ganhou das arquibancadas, também minou suas chances de atuar com frequência.

Por enquanto, tudo sinaliza para que o vice-goleador do Tricolor no ano com 15 gols não vista mais o uniforme do Tricolor na próxima temporada.

PONTOS POSITIVOS

– 15 gols
Apesar das críticas, Willian José é o vice-artilheiro do São Paulo na temporada e tem a confiança de Ney Franco quando entra em campo.

– Mais gols do que o artilheiro do maior rival
Os 15 gols do camisa 19 fazem com que ele tenha balançado mais redes do que Emerson, principal goleador do Corinthians na temporada. O atacante da equipe rival marcou 12 gols.

– Boa média como titular
Willian José foi titular em 19 partidas em 2012 e marcou 14 gols. Esse número dá ao atacante uma média de 0,73 gol por jogo. Número que é semelhante ao de Luis Fabiano. O camisa 9 fez 28 gols em 37 partidas – 0,75 gol por jogo. Fabuloso sempre que joga é titular. Willian  ainda marcou uma vez quando saiu do banco, contra o Bahia, pela Sul-Americana.

PONTOS NEGATIVOS

– 2011 quase em branco
Willian José chegou ao clube no início da temporada de 2011. Em sua estreia, marcou contra o Bragantino, em 19 de fevereiro. O bom início, no entanto, virou seca durante o restante do ano. Ele só voltou a marcar nesta temporada. Em 2011, foram 22 partidas e só um gol.

– Relação com a torcida
Depois de uma declaração infeliz, Willian José passou a ser perseguido pela torcida são-paulina, que já não estava satisfeita com o futebol apresentado pelo centroavante. Após sair de campo vaiado no Morumbi, ele falou que não se importava com as críticas dos torcedores.

– Timidez
Willian José é uma pessoa muito tímida, o que para alguns chega a atrapalhar a ele mesmo. O atacante não se impõe dentro de campo, como outros fazem.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*