Diego Souza termina o ano como artilheiro do São Paulo

Diego Souza terminou a temporada como artilheiro do São Paulo. Contratado no início do ano por R$ 10 milhões, o camisa 9 tricolor teve dificuldades no início de sua trajetória no Morumbi, chegando, inclusive, a ser cogitado no Vasco poucos meses depois, mas se encontrou no decorrer do ano e acabou somando 16 gols com a camisa do novo clube.

Ao todo, foram 51 jogos de Diego Souza com a camisa do São Paulo neste ano. O camisa 9 se mostrou decisivo em alguns momentos, como no jogo de volta das quartas de final do Campeonato Paulista, marcando o gol da classificação à semifinal. Ele também balançou as redes contra o Cruzeiro, fora de casa, quando o Tricolor brigava pela liderança do Brasileirão, e deu a vitória à sua equipe no clássico contra o Santos, ainda no primeiro turno.

Tido como um dos líderes do vestiário, Diego Souza foi repetidamente elogiado pelos vários garotos promovidos ao profissional em 2018. No maior estilo ‘paizão’, ele ajudou nomes como Luan e Liziero a se adaptarem rapidamente na equipe principal do São Paulo, distribuindo conselhos aos menos experientes.

Apesar do bom desempenho no ataque, ficando em terceiro lugar na artilharia do Campeonato Brasileiro com 12 gols, atrás de Ricardo Oliveira (13) e Gabigol (18), Diego Souza foi alvo de fortes críticas da torcida nesta reta final de competição. Bastante estático e oferendo poucas possibilidades para seus companheiros no setor ofensivo, o camisa 9 irritou os tricolores mais exigentes e também frustrados pela derrocada do time no segundo turno.

Com contrato até o fim do ano que vem, Diego Souza só se reapresenta no próximo dia 3 de janeiro, assim como o restante do elenco. No dia seguinte, a delegação são-paulina embarca para os EUA, onde disputará a Copa Flórida contra o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, e Ajax, da Holanda. Logo no início do ano, o Tricolor também terá o grande desafio de não tropeçar na Pré-Libertadores e garantir uma vaga na fase de grupos do torneio continental.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

5 comentários em “Diego Souza termina o ano como artilheiro do São Paulo

  1. Diego veio pra jogar de centroavante e cumpriu o seu papel;apesar de alguns felizes ,mesmo jogando menos fez mais gols q o Pratto q jogou muito mais jogos no ano anterior.

  2. Nene e Diego, desses 2 nene decepcionou d+, e sabiamos que ele sabe jogar bola sabe ser um meia, mas prefere reclamar e fazer biquinho ficar com raiva quando substituido e fica no banco.
    Diego apesar de alguns erros grotescos e de muitas vezes ficar parado em algumas jogadas se fazer de um morto muito louco foi artilheiro do sao paulo e nos deu algumas vitorias, mas muito pouco pelo valor pago e pelo alto salario que deve ganhar.

  3. Vejo algumas críticas ao Diego Souza mas sem ele estaríamos piores ainda.
    Fez seus golzinhos quando a bola chegou e ao meu ver mais adicionou do que subtraiu.
    No Nenê o que me decepcionou foi um aparente mau caratismo quando era substituído e os famosos biquinhos, afinal um cara com a idade dele deveria servir de exemplo comportamental aos mais jovens e a todos no elenco , mas não foi isso que mostrou neste final melancólico.
    Porém começou bem e definhou no final fruto da falta de alguém no elenco que fizesse ao menos uma sombra e desse conta do recado quando o substituísse , o que não aconteceu com o Shaylon.

    • Comentário certeiro. Diego Souza não resolveu, mas quebrou o galho. Nenê bicudinho arrogante, deu a deixa para o Shaylon. Só que o rapaz não aproveitou. Parece confortável em fazer parte do elenco profissional. Não quer a reponsabilidade de ser o meia titular do SPFC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*