Destaque no Peru, Cueva volta após período sem vitórias do São Paulo

O meia Christian Cueva reforçará o São Paulo no duelo com o Botafogo, às 17 horas (de Brasília) deste domingo, no Pacaembu, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, após desfalcar a equipe em três jogos. Ele desembarcou na capital paulista na noite da última sexta-feira e reintegrará o elenco tricolor neste sábado, no CCT da Barra Funda.

Enquanto o técnico Dorival Júnior tinha dificuldades para encontrar um substituto à altura, Cueva ajudou a seleção peruana a voltar à Copa do Mundo após 35 anos. Na vitória por 2 a 0 sobre a Nova Zelândia, na última quinta-feira, em Lima, ele deu o passe para os dois gols que confirmaram a classificação para o Mundial da Rússia.

Nesse período de ausência, o Tricolor não comemorou uma vitória sequer: empatou com Chapecoense (2 x 2), no Pacaembu, e Vasco (1 x 1), no Rio de Janeiro, e perdeu para o Grêmio (1 x 0), em Porto Alegre.

Após passar por altos e baixos na temporada, Cueva recuperou o futebol nos últimos jogos, sendo decisivo nas importantes vitórias sobre Atlético-PR, Flamengo e Santos. No ano, o peruano soma 11 assistências e dez gols em 42 jogos disputados pelo São Paulo.

No confronto com os cariocas, Cueva terá ainda mais responsabilidades no meio-campo tricolor, já que Hernanes está fora por suspensão. Com o desfalque do Profeta, Dorival Júnior definirá se utilizará o camisa 10 centralizado ou aberto na esquerda, durante o treinamento deste sábado, no CCT da Barra Funda.

Para efeito de comparação, o São Paulo possui um aproveitamento de 54% com Cueva participando de seus jogos oficiais no ano, com 18 vitórias, 11 empates e 11 derrotas. Sem o peruano, o time do Morumbi acumula cinco triunfos, sete empates e sete reveses – o aproveitamento cai para 38%.

Ainda assim, Dorival Júnior nega que o Tricolor dependa de Cueva. “É natural a falta de criação sem o Cueva. Mas, mesmo assim, criamos várias oportunidades de fazer gols nesses jogos. Futebol não se resume a um atleta. É natural falar isso porque não vencemos sem ele, mas já jogamos com e sem ele e precisamos saber atuar nessas duas maneiras”, avaliou o treinador, após a derrota para o Grêmio, na última quarta-feira.

A três rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, o São Paulo é o 12º colocado, com 45 pontos, dois a menos que a meta estipulada para liquidar o risco de rebaixamento. Uma vitória diante do Botafogo, portanto, faria com a equipe alcançasse o seu objetivo e passasse a vislumbrar a entrada no G7 da competição.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*