Desde 2003, Ceni e Dagoberto são os únicos a marcar em todas edições

Desde que o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado no formato de pontos corridos, em 2003, apenas dois jogadores marcaram gols em todas as edições. Por curiosidade, ambos já foram companheiros de equipe. Tratam-se de Rogério Ceni, goleiro e capitão do São Paulo, e Dagoberto, um dos responsáveis pela ascensão do Cruzeiro, comandado por Marcelo Oliveira.

Dagoberto igualou o camisa 1 tricolor na goleada sobre o Figueirense, por 5 a 0, em partida válida pela 12ª rodada da elite nacional. O tento, de número 68 na história do atual formato, foi celebrado pelo dianteiro, o único em atividade a conquistar quatro títulos da Série A.

“Até o momento, não sabia do dado, mas fico feliz. No futebol, as conquistas coletivas são mais importantes, quando comparadas com as individuais. Eu jamais teria me tornado campeão em todas equipes que passei se não contasse com a ajuda dos companheiros”, disse o jogador, que defendeu Atlético-PR, São Paulo, Internacional e Cruzeiro.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Ex-companheiros de clube, Ceni e Dagoberto são os únicos a marcarem em todas edições, desde 2003

Com as cores do Atlético-PR, Dagoberto anotou 23 gols em quatro edições. Já no São Paulo, onde conviveu com Ceni, conquistou dois títulos e deixou sua marca 35 vezes. No Internacional, balançou a rede seis vezes, ao passo que, no Cruzeiro, superou o goleiro adversário em cinco finalizações, levantando seu quarto e último troféu na temporada passada.

 

Maior artilheiro da história dos pontos corridos, o meia Paulo Baier, camisa 10 do Criciúma, fica de fora do ranking por não ter atuado na edição de 2012, quando ajudou o Atlético-PR no retorno à elite.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*