Derrota na Libertadores faz rivais chegarem abalados à semi do Paulista

São Paulo e Corinthians chegarão para o clássico do próximo domingo com algo em comum: a derrota no jogo de ida da Libertadores da América. Os alvinegros, porém, chegam para o duelo menos abalados.

A começar pelo fato de a derrota do Corinthians para o Boca Juniors ter sido fora de casa, por 1 a 0, enquanto o São Paulo perdeu dentro de seus domínios, levando dois gols do Atlético-MG, e agora a decisão será no Estádio Independência.

Além disso, enquanto os atuais campeões do mundo terão todos os jogadores à disposição – inclusive o meia Danilo, que sentiu problemas musculares na Argentina, Ney Franco já tem ao menos dois desfalques certos: o atacante Aloísio e o zagueiro Rhodolfo, que deixaram o gramado lesionados na derrota desta quinta.

Outro detalhe que assombra o São Paulo é a expulsão do experiente zagueiro Lúcio, que prejudicou o time e abalou o elenco. Com 11 contra 11 diante dos mineiros, os paulistas venciam por 1 a 0 e dominavam completamente o primeiro tempo do duelo.

“Essa derrota não interfere para o jogo do São Paulo. São dois campeonatos diferentes. Temos uma oportunidade de dar um passo para a final. É um clássico e isso nos dá confiança para chegar e conseguir um resultado positivo”, afirmou o volante Paulinho, no desembarque do Corinthians nesta quinta.

Para o comandante tricolor Ney Franco, a derrota para o Atlético-MG não deve prejudicar o time. Nem mesmo o cansaço de ter jogado mais de meio tempo com um a menos será um problema, de acordo com o técnico do São Paulo.

“A derrota de hoje não influencia. A gente teve uma entrega muito grande por terminar com um a menos e cabe a nós recuperar o time fisicamente. Mas emocionalmente, a torcida abraçou a saída dos atletas e acho que vem no domingo nos ajudar contra o Corinthians. É um novo confronto, ninguém tem vantagem, vamos estar inteiros fisicamente, emocionalmente e com torcedor do lado”, declarou.

Na última partida entre os dois times, o Corinthians levou a melhor no Morumbi e venceu por 2 a 1, de virada. O time do Parque São Jorge manteve o tabu de não sair derrotado da casa do rival desde 2007.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*