Depois de perder rachão, Ceni e reservas amarram “árbitro” à trave

Árbitro dos rachões no CT da Barra Funda, o preparador de goleiros do São Paulo ficou aproximadamente 15 minutos amarrado junto a uma das traves, na manhã desta quinta-feira. Quem organizou a brincadeira foi Rogério Ceni, que, com ajuda dos demais goleiros do elenco, deitou Haroldo Lamounier no gramado e utilizou cordas de plástico para prendê-lo na base de um dos gols móveis.

“Todos já estavam reclamando dele. O Haroldo é engraçado. Tem árbitro que irrita uma equipe, mas ele consegue irritar as duas, querendo apanhar das duas. Eles o amarram por isso. Nossa equipe venceu, e eles terão que pagar uma prenda maior”, riu o atacante Alan Kardec.

Preparador de goleiros da equipe desde 2003, Lamounier é um dos principais alvos de brincadeiras dos atletas que passam pelo clube, em especial daqueles com quem tem maior contato. Diversas vezes, os jogadores de linha do time adversário de Ceni no rachão reclamam que ele beneficia o camisa 1. Nesta quinta-feira, porém, o goleiro se achou prejudicado.

Depois de amarrá-lo – com apoio de Denis, Renan Ribeiro e Leo -, Ceni foi rindo para o vestiário. Sem ajuda de ninguém, Lamounier se debateu por alguns minutos até, aos poucos, conseguir se desamarrar, levantar irritado e se dirigir para a parte interna do CT.

Outro membro da comissão técnica castigado foi Milton Cruz. O coordenador técnico levou algumas pancadas dos jogadores de linha e recebeu um banho de água. “Eu já tinha saído do campo nessa hora. Ele entrou no vestiário todo molhado, e eu não entendi muita coisa. Aposto que foi coisa do Ganso. Com aquela carinha de quem não fala muito…”, brincou Kardec.

Em clima de fim de ano, o São Paulo joga pela última vez no domingo, diante do Sport, no Recife. A equipe comandada pelo técnico Muricy Ramalho garantiu com uma rodada de antecedência o vice-campeonato brasileiro e consequentemente uma vaga direta na fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.