Depois de 11 meses, São Paulo volta a alcançar invencibilidade de sete jogos

O São Paulo mais uma vez mostrou poderio ofensivo ao bater o PSTC por 4 a 2 e avançar à terceira fase da Copa do Brasil. A partida da última quarta-feira também representou o crescimento de uma série de invencibilidade, agora de sete jogos. A sequência é a maior em 11 meses. Antes, o Tricolor já havia quebrado jejum de quase dois anos sem vencer três vezes seguidas.

A equipe de Rogério Ceni não é derrotada desde 5 de fevereiro, na estreia do Campeonato Paulista, quando levou 4 a 2 do Osasco Audax na Arena Barueri. Desde então, foram cinco partidas do Paulistão e duas da Copa do Brasil: a primeira – 1 a 0 sobre o Moto Club – e a última da série atual.

O período invicto anterior foi sob o comando de Edgardo Bauza, agora técnico da seleção argentina. Começou em 16 de março, no empate em 1 a 1 com o Trujillanos (VEN) na fase de grupos da Copa Libertadores da América, e terminou com revés por 1 a 0 para o São Bento no Paulistão. Foram cinco jogos do Estadual e dois da Libertadores (o último da série, 6 a 0 sobre o Trujillanos).

Houve outra sequência de sete partidas de invencibilidade entre o fim de 2015 e o começo de 2016: vitórias sobre Figueirense e Goiás, com Milton Cruz de interino, no Brasileirão de 2015, amistoso com o Cerro Porteño (PAR), dois jogos com o César Vallejo (PER) na Libertadores e mais três pelo Paulistão. Os cinco finais já com Bauza no ano passado.

Entre as duas últimas séries, o São Paulo chegou à semifinal da Libertadores e brigou contra o rebaixamento no Brasileirão, mas emplacou somente três jogos sem perder no mês de junho de 2016. Na ocasião, venceu o Vitória por 2 a 0 e empatou duas vezes: 2 a 2 com o Flamengo e 0 a 0 com o Sport.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*