Denis se despede do São Paulo: “Não tenho nada a reclamar”

O goleiro Denis deixou a Ponte Preta em 2009 para assinar com o São Paulo, e atuou com a camisa do time do Morumbi por nove temporadas. Entre altos e baixos, o arqueiro encerrou sua passagem pelo Tricolor nesta terça-feira, e publicou mensagem de despedida, afirmando que o clube é sua “segunda casa”.

“Posso falar com propriedade que o São Paulo é literalmente a minha segunda casa. Foram nove anos vivendo intensamente o prazer de defender esse clube sem igual, quase um terço de toda minha vida, mas o futebol é feito de ciclos e a hora de sair chegou. Não tenho nada a reclamar, apenas a agradecer por tudo o que vivi aqui”, escreveu Denis na legenda de uma foto na rede social Instagram.

Denis recebeu das mãos de dirigentes do São Paulo uma camisa comemorativa, no último jogo do Campeonato Brasileiro, contra o Bahia, no último final de semana.

O contrato de Denis com o Tricolor chega ao fim neste mês e a diretoria do clube não sinalizou que iria renovar com o jogador. Para a próxima temporada, o São Paulo pode trazer o goleiro Jean, do Bahia, para disputar posição com Sidão e o jovem Renan.

Denis atuou entre o início de 2009 e o fim de 2015 como reserva de Rogério Ceni, maior ídolo da história do clube. Na época, o jogador não era tão criticado pela torcida, e passou “despercebido”. No entanto, em 2016, quando Rogério se aposentou, Denis assumiu a titularidade e os torcedores não perdoaram alguns erros do jogador. Neste ano, com Rogério Ceni como técnico, Denis começou como titular, mas perdeu posição para Sidão e, posteriormente, Renan Ribeiro.

A publicação de Denis, em menos de uma hora, conta com mais de seis mil curtidas e comentários de jogadores e ex-jogadores do São Paulo, como o zagueiro Rodrigo Caio, que escreveu: “Você é fera, irmão. Tenho certeza que Deus reserva muita alegria e glórias para você. Estamos juntos”.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*