Denis se consola: “Mais sete meses para me preparar”

A reviravolta na decisão de Rogério Ceni, que desistiu de se aposentar e prorrogou vínculo com o São Paulo na sexta-feira, terá implicação direta na situação de Denis. O reserva imediato tinha a confirmação da comissão técnica de que seria o titular a partir de janeiro e agora terá que esperar ainda mais.

Neste domingo, porém, ele parecia já ter absorvido bem a notícia surpresa do novo acordo, válido até 5 de agosto e passível de extensão em caso de título da Copa Libertadores. “Tenho mais sete meses para me preparar”, minimizou, instantes antes da partida contra o Figueirense, no Morumbi.

A declaração evita polêmica, mas talvez não retrate exatamente o que pensa o jogador de 27 anos. No clube desde 2009 e com contrato até agosto de 2016, ele nunca escondeu o anseio por assumir a meta – o que Ceni fez em definitivo mais novo (aos 24 anos, em 1997, ao substituir Zetti). Ainda na temporada passada, ele admitiu que não torcia pela renovação do titular.

“Estou me preparando para jogar quando ele parar. Não gostaria que ele renovasse por mais um ano, não. Vou ser bem sincero, porque acho que minha hora chegou. Já vou fazer 27 anos, e acho que está na hora de jogar”, disse o camisa 12, em outubro do ano passado, antes de o dono da posição decidir o contrário e assinar acordo por mais uma temporada.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net

Denis, eleito substituto de Rogério Ceni pela diretoria do clube, se diz tranquilo com a renovação do camisa 1

Desta vez, a situação era diferente. Ceni havia dito que pararia definitivamente em dezembro e levou o clube a planejar ações para sua despedida, inclusive. Só que, novamente, mudou de opinião depois de boas atuações e de o São Paulo garantir classificação para a próxima edição da Copa Libertadores. Ocorre que, até ele mudar de ideia, todos acreditavam no anúncio feito pelo capitão em abril, inclusive Muricy. O treinador chegou a bancar Denis na equipe em janeiro.

“Quando dei esse apoio publico da definição mesmo, era com a seguinte frase: se o Rogério parar. Isso é bem claro. Só o técnico vindo a público para dizer que ele iria jogar, sem ele ter jogado muitas vezes, ele tem que estar muito tranquilo e contente”, defendeu-se o chefe, aproveitando a ocasião para lembrar que recusou muitos reforços para o gol. “Não eram goleiros não mais ou menos, eram feras”.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Denis se consola: “Mais sete meses para me preparar”

  1. Esse cara não vai ficar mais do que 5-6 meses no gol do SPFC.

    Não tem punch de campeão.

    Quem vai subir mesmo é o Renan, que é bem melhor que ele, só que muito mais jovem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*