Denilson: “Vestir esse manto é motivo de alegria e paixão”

“Quando eu coloco esse manto é muito sentimento, alegria e paixão. Me sinto um torcedor.” É assim que o volante Denilson se sente prestes a completar a marca de 100 jogos com a camisa do São Paulo, assim que entrar em campo diante da Universidad Católica, na próxima quinta-feira, pela Sul-Americana.

Revelado nas categorias de base do Tricolor, Denilson despontou na equipe profissional em 2005. Ainda garoto, com apenas 17 anos, o volante esteve no grupo que foi campeão mundial daquele ano no Japão. No ano seguinte, ele foi vendido para o Arsenal-ING e ficou lá por cinco temporadas.

“Me sinto muito honrado de completar essa marca pelo São Paulo, que é um clube que projeta grandes ídolos. Quando eu coloco esse manto é muita paixão, alegria e sentimento. Me sinto um torcedor em campo. Estou muito feliz, pois sempre desejei completar essa marca no clube”, disse Denilson.

Ao todo, o volante tem 99 partidas, com 54 vitórias, 18 empates e 27 derrotas – aproveitamento de 60,6% dos pontos disputados. Além disso, ele tem um gol, mas um verdadeiro golaço. No clássico contra o Palmeiras, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, ele soltou a bomba de fora da área e marcou um belo gol.

“Depois de cinco temporadas na Europa, eu tive o interesse de voltar ao Brasil e, graças a Deus, fechei com o São Paulo. Jogar aqui é diferente, tenho um carinho grande quando visto essa camisa. Quando estou em campo, ainda mais no Morumbi, é muita emoção. Me sinto honrado”, completou o jogador.

Denilson completará a marca centenária em um importante momento para o São Paulo em 2012. No último domingo, a equipe venceu o Náutico no Morumbi e assegurou o retorno à Libertadores após dois anos. No ano que vem, o camisa 15 quer colocar o Tricolor no topo do futebol mundial.

“Conseguimos essa vaga na Libertadores, mas ainda temos a Sul-Americana, que temos totais condições de ganhar. Acho que o São Paulo está no caminho certo. Quero fechar 2012 com chave de ouro e, no próximo ano, colocar o São Paulo onde ele nunca deveria ter saído. 2013 promete muito mais”, disse o são-paulino.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*