Denilson vê grupo são-paulino mais unido depois de viagem para Loja

A viagem de quase 24 horas para disputar o primeiro jogo das oitavas de final da Copa Sul-americana, no dia 26 de setembro, foi acompanhada de inúmeras críticas do elenco são-paulino. Quase um mês após o empate por 1 a 1 com a LDU de Loja, o volante Denilson voltou a recordar os momentos vividos pelo time no Equador e extraiu pontos positivos da cansativa ida tricolor ao país.

Segundo o atleta, as diversas escalas em países e a extensa viagem de ônibus que levou o time de Quito para Loja serviram para intensificar os laços de amizade entre os jogadores. Mesmo com o excessivo desgaste físico sofrido pela equipe, o volante entende que o ambiente de trabalho no São Paulo ficou ainda melhor depois de o elenco ter convivido por horas nas estradas sul-americanas.

“Essa viagem para Loja foi desgastante por um lado, mas também foi muito boa para a equipe. Os jogadores se uniram para caramba. É um grupo que todo mundo se ajuda e ninguém tem inveja de ninguém. Querendo ou não, a gente se uniu mais e agora eu quero terminar este ano com chave de ouro e conquistando um título”, destacou Denilson.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Denilson revelou que os jogadores são-paulinos ficaram mais unidos após o empate por 1 a 1 com a LDU

Mesmo com os bons momentos vividos ao lado de seus companheiros, o volante são-paulino parece não sentir saudades de Loja. Ao ser perguntado se voltaria a fazer uma viagem como esta, o jogador deu risada e se negou a passar por uma outra situação desse tipo. No entanto, o discurso de Denilson mudou após o foco de uma nova ida ao Equador ser a união do elenco: “Por isso eu faria qualquer coisa”, disse.

 

Na partida desta quarta-feira, no Morumbi, o volante se concentrará com outros 18 atletas. Otécnico Ney Franco optou por relacionar força máxima para o confronto e só deixou de fora o atacante Luis Fabiano, que está contundido. Além do centroavante, o volante Fabrício e os meias Paulo Henrique Ganso e Cañete também estão entregues aos médicos e não têm prazos para voltar a defender o Tricolor paulista.

Confira abaixo a lista com os 19 jogadores relacionados por Ney Franco:

Goleiros: Rogério Ceni e Denis
Zagueiros: Rhodolfo, Rafael Toloi, Paulo Miranda e Edson Silva
Laterais: Cortez e Douglas
Meias: Jadson, Maicon, Wellington, Denilson, Paulo Assunção, Casemiro e Cícero
Atacantes: Lucas, Osvaldo, Ademilson e Willian José

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*