De volta, ‘estressado’ Muricy tem nova chance de mudar a carreira

Recuperado de uma arritmia cardíaca que o afastou do São Paulo, Muricy Ramalho voltou ao trabalho nesta segunda-feira com mais uma chance de mudar o rumo de sua carreira justamente quando ela se aproxima do fim. Amigos, parentes e o próprio treinador admitem que ele precisa se estressar menos em nome da saúde de quem está há mais de 30 anos no futebol.

Relatos de quem convive com o técnico no dia a dia do Tricolor dão conta de que ele retornou ao clube, após a segunda passagem que durou de 2006 a 2009, ainda mais estressado e pavio curto. Isso prejudica sua saúde. Dizem que se ele preocupa demais com tudo. E Muricy, ciente disso, promete mudar.

– Os médicos fizeram todos os exames e, felizmente, não tenho nada no coração. Era estresse mesmo. E acredito que isso aconteceu porque me sinto responsável quando o time perde. Uma das recomendações que recebi é para ficar mais tranquilo e delegar mais as coisas. Não adianta querer consertar o mundo. Acho que aprendi isso e estou pronto de novo – afirmou o treinador ao site oficial do clube.

O problema é que Muricy já adotou esse comportamento anteriormente e não cumpriu. E, conhecendo seu jeito, os amigos de São Paulo duvidam que ele mude radicalmente. Ontem, treinou o time normalmente, sem exageros, mas também sem passividade.

No ano passado, quando dirigia o Santos, Muricy foi internado com uma inflamação no intestino grosso e também ligou o sinal de alerta. Na época, chegou a falar em abreviar a carreira. Sempre cita Telê Santana e diz que não quer repetir o destino do mestre, que precisou se afastar do futebol por problemas de saúde na década de 1990.

Muricy garantiu que cumprirá seu contrato, até o fim de 2015. Resta saber se com ou sem estresse.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*