“Dá balão”: por erros em saída de bola, Ney pede simplicidade à zaga

Um novo erro em saída de bola da defesa, desta vez do zagueiro Rhodolfo, custou a derrota do São Paulo para o Bahia, no domingo. Não foi o primeiro sob comando de Ney Franco, mas o treinador confia que terá sido o último, pois já exigiu diversas vezes mais simplicidade de seushomens de trás.

“Ele já vem conversando há algum tempo conosco sobre isso, pois teve outras partidas com erros assim. Se não tem como sair tocando de trás, ele fala que é para dar balão”, disse Douglas. O próprio lateral direito perdeu bola que resultou em gol, na derrota por 3 a 0 para o Náutico, nos Aflitos.

Antes de Rhodolfo em Salvador, outro a falhar foi o volante Paulo Assunção, logo no começo do clássico contra o Corinthians. O vacilo seguido de gol de Emerson foi salvado graças a Luis Fabiano, que balançou a rede duas vezes e comandou a virada. Coincidentemente, o artilheiro não atuou na derrota para o Bahia por estar suspenso.

Restando 17 rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, o São Paulo soma 34 pontos, quatro abaixo do grupo de classificação para a Copa Libertadores e a dez de Atlético-MG e Fluminense, que estão emparelhados na ponta da tabela de classificação.

“Infelizmente erramos mais uma vez. Não tem nem o que falar, foi de momento, a gente estava sendo pressionado e aconteceu a infelicidade. Mas a gente já está ciente. Serve de exemplo, porque a gente ainda podia errar, estava cedo. Agora tem que errar o mínimo”, opina Douglas.

Mesmo sem ter feito treino coletivo depois do tropeço na Bahia, o São Paulo não deve ir a campo com surpresas, nesta quarta-feira. A provável formação, sem Lucas (na Seleção Brasileira), é Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Paulo Assunção, Denilson, Maicon e Jadson; Osvaldo e Luis Fabiano.

Fonte: Gazeta Esportiva – Foto: Vipcomm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*