Contra Avaí, São Paulo defende liderança e invencibilidade em casa

Alcançada a primeira colocação na rodada passada, o São Paulo agora é o time a ser batido no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, a partir das 16 horas (de Brasília), a equipe treinada por Juan Carlos Osorio recebe o Avaí, no Morumbi, dependendo apenas das próprias forças para encerrar o fim de semana na liderança, depois de ter sido ultrapassada no sábado pelo Sport.

Com 16 pontos, agora dois atrás do time pernambucano, o São Paulo tem a seu favor o ótimo retrospecto em seu estádio na temporada para defender a posição do início da rodada. Já são 12 vitórias consecutivas (quatro delas na competição nacional), recorde na história do Morumbi. Por outro lado, começa a ver a boa campanha chamar atenção. Em uma semana, o clube vendeu três jogadores: os zagueiros Rodrigo Caio e Paulo Miranda e o volante Denilson.

A necessidade de sanar as finanças do clube prejudica os planos de Osorio. O treinador, que admitiu temor por novas vendas em meio à disputa do campeonato, começa a ter reduzidas as opções para pôr em prática a ideia de rodízio. Além disso, tem mais três baixas: o goleiro Rogério Ceni e o lateral esquerdo Reinaldo, por veto médico, e o centroavante Luis Fabiano, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Time de Juan Carlos Osorio começou a rodada na liderança e espera manter a posição

Como quase todos os trabalhos táticos foram fechados para a imprensa, não foram dadas grandes pistas ao longo da semana. Mas duas posições foram confirmadas por Osorio. Renan Ribeiro será o substituto no gol, ao passo que Alexandre Pato completará o sétimo jogo com a camisa tricolor no Brasileiro ao atuar como centroavante. Na esquerda, Carlinhos e Michel Bastos devem revezar entre a lateral e a ponta.

O Avaí ocupa o nono lugar, com 11 pontos (cinco a menos do que o São Paulo), e vem de empate como mandante no clássico contra o Figueirense. Seu desempenho fora de casa é bom. Depois de derrota para o Internacional, derrotou Coritiba e Goiás, jogos que foram vistos pelo treinador são-paulino.

“Alguém poderia dizer que, com a técnica que tem nosso time, não importa o rival. Mas é impossível dizer isso. O adversário sempre se prepara, ainda mais contra um time grande. Respeito muito todos os adversários e sempre penso nele. O Avaí, em quase 45% dos jogos, forma uma linha de quatro. Contra o Goiás, jogou com três zagueiros”, comentou Osorio.

Da mesma forma, o técnico do Avaí demonstra conhecer bem o novo São Paulo. “Contra o Grêmio, eles pressionaram, marcaram forte a saída de bola. Acredito que vão fazer de novo. Trabalhamos muito nossa equipe sendo pressionada para tentar evitar erros de passe por dentro. Temos que ter uma transição rápida e saída de bola com qualidade”, falou Gilson Kleina, que não terá o zagueiro Jéci e o volante Renan, ambos suspensos.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X AVAÍ

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 21 de junho de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (Fifa-RJ) e Rodrigo Pereira Joia (RJ)

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Carlinhos; Hudson; Souza, Ganso, Michel Bastos e Centurión; Alexandre Pato
Técnico: Juan Carlos Osorio

AVAÍ: Vagner; Nino Paraíba, Antonio Carlos, Emerson e Romário; Adriano, Pablo, Eduardo Neto e Marquinhos; Anderson Lopes e André Lima
Técnico: Gilson Kleina

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.