Consultoria no São Paulo não tem relação com dificuldade financeira

A contratação do Instituto Aquila como consultoria de gestão acontece ao mesmo tempo em que os problemas financeiros do São Paulo passaram a eclodir publicamente. O negócio, entretanto, não tem relação nenhuma com o sufoco nos cofres.

Desde a reta final da corrida presidencial, Carlos Miguel Aidar externou a vontade de contratar uma consultoria para analisar o modelo administrativo do Tricolor. Antes de escolher a empresa que executaria o processo, o mandatário tomou a iniciativa e passou a cortar gastos supérfluos gerados pela diretoria.

O diretor financeiro Osvaldo Vieira reforça que os assuntos não estão interligados, mas lembra que Aidar tem razão ao dizer que o São Paulo precisará negociar jogadores se quiser fechar o ano sem prejuízos. Na noite da última terça-feira, o primeiro passo foi dado com a venda do lateral-direito Douglas ao Barcelona por 4 milhões de euros (R$12 milhões).

– Independente de consultoria, de qualquer coisa, as negociações de jogadores são medidas a ser tomadas. Todo ano o São Paulo vende jogadores para fechar o ano bem, sempre foi assim. A consultoria envolve apenas uma reestruturação administrativa, não tem nenhuma relação com orçamento ou eventuais problemas. Nada a ver – afirmou Osvaldo Vieira.

Fonte: Lance

4 comentários em “Consultoria no São Paulo não tem relação com dificuldade financeira

  1. Essa imprensa fajuta sempre tentando tumultuar… no mínimo gambazada, porcos e outros aí pagam esses abutres para levantar esse tipo de assunto nas entrevistas.. isso não é normal. Mas claro, que o nosso querido SPFC tem que abrir o olho e profissionalizar a gestão no futebol, ah isso tem…

  2. Detalhe que o Sr. Osvaldo Vieira de Abreu é o diretor financeiro desde pelo menos 2009. Se as finanças estão deste jeito, como ele permaneceu assinando as contas como diretor este tempo todo? Atestou sua incompetência ou apenas é mais um fazendo a máquina girar em torno de interesses pessoais?
    Precisamos de diretores remunerados urgentemente, profissionais da área, que se dediquem exclusivamente ao clube e que, principalmente, tenham metas e objetivos bem determinados, que caso não sejam cumpridos, o diretor é demitido. Este diretor passaria a ser pessoalmente responsável pela sua gestao.

  3. Me parece que a janela de vendas para a Europa termina nesta semana (?).
    Se assim for, este ano o tricolor vai amargar a penúria se já não estiver “engatilhada” uma boa venda de algum jogador de valor: aliás, não só um . . .

    • Não podemos nos deixar levar pela imprensa tentando tumultuar o ambiente do clube. É entrevista após vitória falando do salário do Muricy ou dos jogadores. Estes assuntos devem ser tratados internamente, não é da conta de ninguém. O SPFC deve $ há muito tempo, assim como todos os clubes no Brasil. Não vejo este drama todo com os times cariocas que devem 100 vezes mais que o SPFC.
      Chega de vexame, de derrota para times pequenos e de times medíocres que brigam para não cair. Se tivermos que endividar um pouco mais (afinal, o que é um pum para quem está com a fralda cheia) para termos um elenco qualificado e retomarmos o rumo das vitórias, acho válido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*