Conmebol ratifica título do São Paulo, mas vai analisar sanções

A Conmebol ratificou nesta quinta-feira que o São Paulo é o campeão da Copa Sul-Americana, mas repassou para seu recém criado comitê disciplinar a missão de analisar o caso e dar sanções aos clubes, caso seja necessário.”O comitê não tem como modificar algo que tenha sido conquistado em campo, não vejo como”, disse o secretário-geral da Conmebol, José Luis Meiszner.

O comitê foi criado este ano, por imposição da Fifa, e fará sua primeira reunião em janeiro. O primeiro caso será justamente a confusão ocorrida na final da sul-americana, quando os jogadores do Tigre alegaram terem sido agredidos no vestiário do Morumbi, por seguranças do São Paulo, e não voltaram para o segundo tempo para disputar o restante da partida.

O árbitro chileno Enrique Osses deu a partida por encerrado e o São Paulo levou a taça como o campeão.

O Tigre, por meio da AFA (Associação de Futebol da Argentina), solicitou a impugnação da partida, alegando que não teria segurança para jogar o restante da partida.

“Não sabemos quem serão os culpados, se os dois clubes, se há pessoas. Isso o comitê disciplinar vai decidir e quais sanções tomar”, disse Meiszner.

“O título está ratificado. O que podemos tomar são punições administrativas e financeiras”, disse Adalberto Baptista, diretor de futebol do São Paulo que esteve presente ontem a reunião do comitê executivo da Conmebol, na sede da entidade no Paraguai.

Se a comissão considerar o São Paulo culpado, o clube pode ser multado ou até perder mando de jogos no Morumbi na Libertadores de 2013.

A exclusão dos são-paulinos ou do Tigre da competição, que é uma possibilidade no código disciplinar da Conmebol, foi descartada porque a competição já estará em andamento quando a decisão do comitê disciplinar for anunciada.

“O São Paulo é o campeão dentro de campo”, disse o presidente da CBF, José Maria Marin, que também esteve no encontro.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*