“Confidencial”: Aidar admite nova fornecedora sem confirmar nome

Em 2015, o São Paulo terá nova fornecedora de material esportivo em substituição à Penalty. O contrato com a empresa brasileira se encerraria apenas em dezembro do ano que vem, mas será rompido antes disso para dar lugar à americana Under Armour. O clube confirma o negócio, mas não a marca.

“Não posso dizer quem é”, disse o presidente Carlos Miguel Aidar, na tarde desta quarta-feira, enquanto citava outras empresas que negociaram com o São Paulo, por intermédio de sua namorada, Cinira Maturana. “Ela esteve com a Adidas, com a Puma, a Penalty, a Nike. Trocou e-mails com a Nike e a Puma, foi à sede da Adidas. Ela trouxe a Puma para nós, mas as condições comerciais não foram as melhores e, por isso, não foi fechada a negociação”.

Além de ter encontrado melhores opções financeiras no mercado, o São Paulo optou por antecipar o fim do contrato com a Penalty por outros motivos. A mais recente polêmica se deu quando a parceira anunciou uma camisa em homenagem a Rogério Ceni como sendo a de sua despedida. O goleiro, que se revoltou e reclamou publicamente, não se aposentou de fato. Ao contrário: prorrogou seu contrato até 5 de agosto de 2015 para disputar a Copa Libertadores.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Rogério Ceni chegou a usar chuteira da Under Armour no CT da Barra Funda, no final da temporada

Em meio à negociação e os atritos com a fornecedora, Aidar e o próprio goleiro desfilaram com materiais esportivos da Under Armour. O presidente vestiu uma camiseta, ao passo que Ceni – e também o atacante Luis Fabiano – calçaram chuteiras da empresa americana, que deverá render muito mais aos cofres do São Paulo, na tentativa de se apresentar em definitivo ao Brasil.

Não é apenas a cláusula de confidencialidade citada por Aidar que o impede de confirmar a quebra de contrato e o futuro patrocinador, mas também a estratégia de não diminuir as vendas de camisas da Penalty, que lançou recentemente a coleção 2015. Os uniformes, estreados já no último jogo desta temporada, aindam devem ser utilizados no começo do ano.

 

Fonte:Gazeta Esportiva

4 comentários em ““Confidencial”: Aidar admite nova fornecedora sem confirmar nome

  1. Paulo,

    Vc leu no site maquina do esporte que o Aidar já assinou com a Puma?
    A puma tem um PRÉ-CONTRATO com o SPFC!!!!!

    E ontem o Aidar disse que a namorada foi quem trouxe ou seja, ela leva 20 ou 30% neste contrato!!!!!

    Estou incrédulo que isto esteja acontecendo com o SPFC!!!!!

    • Sim, Alexandre, mas preferi não publicar por não ter certeza sobre o assunto. Até onde sei foi feita tentativa com a Puma – o próprio presidente, como você citou, falou disso – mas a proposta da Under foi maior e vai prevalecer. Só que há um detalhe: a Penalty não quer sair e ainda é a fornecedora oficial do São Paulo até dezembro de 2015. Aí, sim, o bicho pode pegar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.