Como Cuca transformou imagens da final do Paulistão em vitória contra Bota

O São Paulo teve apenas cinco dias inteiros entre a derrota para o Corinthians na final do Campeonato Paulista e a estreia no Campeonato Brasileiro contra o Botafogo. Um intervalo de tempo curto para curar as feridas deixadas por um título perdido nos minutos finais. Por isso, o técnico Cuca precisou agir para tentar recuperar o foco e a confiança de seus comandados antes do jogo do último sábado.

A principal carta lançada pelo treinador foi a preleção da partida de anteontem. No CT da Barra Funda, Cuca reuniu os atletas e apresentou imagens da decisão contra o Corinthians. Mostrou fotos dos jogadores que representavam o quanto eles haviam se entregado pela taça que não foi conquistada e, principalmente, exaltou a postura de Bruno Alves após a partida em Itaquera.

O zagueiro conteve a emoção pela derrota frustrante e caminhou pelo gramado tentando levantar os companheiros entristecidos, cabisbaixos. Foi assim com o lateral-esquerdo Reinaldo e com o meia Igor Gomes, que ouviram frases como “Fica em pé, levanta. Caímos de pé. Não abaixa essa cabeça”.

As cenas foram filmadas pela SPFCtv e aproveitadas por Cuca para exemplificar o espírito que ele pretende ver no São Paulo no resto do ano e para lembrar que seria preciso reagir imediatamente para largar bem no Brasileirão, diante da torcida no Morumbi. Os jogadores compraram o discurso, mostraram concentração e foco durante a partida e construíram uma boa vitória por 2 a 0.

O vídeo e as fotos na preleção não foram as únicas armas de Cuca para tentar fazer o time enterrar os sentimentos ruins gerados pelo vice no Paulistão. O técnico apostou em conversas descontraídas, com palavras de conforto e segurança, ao longo da semana. E fechou a preparação para enfrentar o Botafogo com um rachão – e atuou ao lado dos comandados, inclusive.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Como Cuca transformou imagens da final do Paulistão em vitória contra Bota

  1. A constatação é de que viramos a chave… Um novo treinador, novas disputas, novo campeonato, novos jogadores e nova esperança. Parece que 2019 será diferente dos anos anteriores. Penso que, a partir de agora, poderemos contar com uma liderança no banco, com um vestiário asséptico e profissionais que valorizam sua presença num clube dessa grandeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.