Com um pé na semifinal, São Paulo recebe La U no Pacaembu

Com a boa vantagem conquistada no jogo de ida, o São Paulo encara a Universidad de Chile pela partida de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, às 21h50, no estádio do Pacaembu. No primeiro jogo, vitória do Tricolor por 2 a 0, com dois gols de Willian José. Os chilenos, mesmo com o revés, acreditam na classificação.

Com o resultado adquirido, o São Paulo pode perder por até um gol de diferença que estará classificado à semifinal. Um empate também classifica o time do Morumbi. A Universidad do Chile precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para avançar. Caso seja 2 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis.

Caso passe, o Tricolor pode encarar o vencedor de Independiente (ARG) ou Universidad Católica (CHI) na semifinal. O primeiro jogo, na Argentina, terminou empatado por 2 a 2. A partida de volta será realizada na quinta-feira, às 22h45. Se o Grêmio também chegar às semis, por conta do regulamento que não permite uma final entre duas equipes do mesmo país, os dois Tricolores se enfrentam. No jogo de ida, os gaúchos venceram o Millonarios por 1 a 0, em casa. Por conta do show da Lady Gaga na Colômbia, o confronto de volta só acontecerá no dia 15, às 22h15.

COM O REGULAMENTO A FAVOR

Mesmo com o resultado no jogo de ida, os são-paulinos descartam favoritismo para a volta. Para o meia-atacante Lucas, a equipe deve aproveitar o placar já conquistado e até ‘ensina’ como o time deve atuar.

– Temos que jogar com inteligência e com o regulamento do nosso lado, a nosso favor. Estamos jogando em casa, mas temos que nos preopcupar com a marcação e depois sair para o jogo. Também não adianta segurar resultado, nossa equipe tem potencial para sair para o jogo, marcar um gol, dificultar ainda mais a vida deles. É isso que vamos procurar fazer – declarou Lucas, em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira.

Para a partida, Ney Franco não poderá contar com Paulo Miranda e Osvaldo. O zagueiro, que vem sendo improvisado na lateral, está com um entorse no joelho esquerdo, enquanto o atacante sofre com dores no adutor da coxa esquerda. Com isso, Ney escalará o lateral-direito Douglas e meio-campista Maicon na equipe.

Em contrapartida, o treinador terá Luis Fabiano no comando de ataque. O artilheiro fará a sua segunda partida na competição. O atacante Willian José, autor dos dois gols no primeiro jogo, está relacionado. O meia Paulo Henrique Ganso permanece aprimorando a parte física e técnica para estrear com a camisa do São Paulo na temporada.

AZUIS CONFIANTES

Líder do ranking da Conmebol, a Universidad de Chile, diante do revés no jogo de ida, ainda acredita no bom resultado fora de casa. Confiantes, os jogadores chilenos já projetam o modo como a equipe deve se portar em campo para conquistar um bom resultado.

– Temos de dar a volta por cima. Desde o primeiro minuto de jogo, vamos sair para buscar o jogo. Temos de jogar muito bem. Vamos lutar, porque nada é impossível – declarou o volante Matías Rodríguez, à rádio chilena ADN.

No Brasil, visando a preparação para o jogo, a delegação da Universidad de Chile tem utilizado o CT Dr Joaquim Grava, do rival Corinthians. Ocupando a quarta posição no torneio nacional, a três pontos do líder e com um jogo a menos, os Azuis passam por um momento turbulento na comissão técnica. O treinador Jorge Sampaoli reclamou dos jogadores indicados e não contratados pela equipe. Segundo o técnico, a equipe não conseguiu manter o rendimento de 2011, quando foi campeã da Sul-Americana, por conta desses fatores e até cogita não renovar o contrato.

O goleiro Jhonny Herrera, que já teve passagem pelo Corinthians, e está sendo julgado por conta da morte de Macarena Casassús Matamala, será o titular. Na ocasião do incidente, no final de 2009, Herrera estava alcoolizado e dirigia o seu veículo quando a atropelou.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X UNIVERSIDAD DE CHILE

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/horário: 07/11/2012, às 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Enrique Caceres (PAR)
Assistentes: Milciades Saldivar (PAR) e Hugo Martinez (PAR)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Wellington, Jadson, Maicon e Lucas; Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.

UNIVERSIDAD DE CHILE: J.Herrera; O.González, A.Acevedo, J.Rojas e M.Rodríguez; C.Aránguiz, S.Martinez, R.Cereceda e G.Lorenzetti; S.Ubilla e E.Gutiérrez. Técnico: Jorge Sampaoli.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*