Com um a menos São Paulo sua para vencer Huachipato

Luis Fabiano reclamou publicamente, no último sábado, de ter ficado mais uma vez no banco de reservas contra o Fluminense. Na noite desta terça-feira, o centroavante teve o pedido atendido e ganhou chance de Milton Cruz como titular diante do Huachipato (CHI) pela Copa Sul-Americana. Mas Fabuloso desperdiçou a oportunidade. Foi expulso ainda no primeiro tempo e prejudicou o São Paulo, que teve de se superar para vencer os chilenos por 1 a 0.

A capa do LANCE! desta terça estampou a manchete “Fábula de (Huachi) Pato” para chamar a atenção para os excelentes números apresentados por Luis Fabiano e Alexandre Pato juntos no time titular. A parceria, no entanto, foi reeditada por apenas 32 minutos, já que o camisa 9 mostrou ainda não ter entendido a moral da história e deixou o time na mão mais uma vez com a agressão ao volante Arrué, punida pelo árbitro uruguaio Christian Ferreyra com cartão vermelho, o quinto desde que retornou ao Morumbi em 2011.

Time que já havia sofrido uma baixa com a saída do garoto Auro, que reclamou de dores na perna direita e deu lugar a Lucão – com isso, Paulo Miranda passou à lateral. Rogério Ceni fez tudo o que pôde para amenizar os prejuízos. Mesmo com as limitações físicas, salvou o Tricolor com duas grandes defesas, uma no fim do primeiro tempo e outra no início da etapa complementar.

A sorte do São Paulo é que, diferentemente de Luis Fabiano, Michel Bastos parece ter aprendido com os próprios erros. O camisa 7 acumulava duas expulsões em dez jogos pelo clube e voltou disposto a se redimir. E conseguiu logo aos dez minutos do segundo tempo, quando recebeu na esquerda, limpou dois marcadores e soltou uma bomba longe do alcance de Jiménez. Para tentar segurar a vitória, Alan Kardec deixou o banco e entrou na vaga de Alexandre Pato.

Mas os obstáculos estavam longe de terminar. Lucão sentiu problema no lado esquerdo do quadril, desabou no gramado e pediu substituição. Sem mais nenhum zagueiro no banco, Milton Cruz tinha Luis Ricardo como opção para a lateral e assim poderia voltar Paulo Miranda à zaga. O ex-jogador da Portuguesa, porém, não tem a confiança da comissão e viu o volante Hudson ser improvisado – com eficiência – na ala.

Arrependido ou não, Luis Fabiano pelo menos se sentiu menos angustiado com a superação dos companheiros em campo. Alívio também para o presidente Carlos Miguel Aidar e o técnico Muricy Ramalho, ainda sem previsão para voltar a comandar o time, um dos mais angustiados com a série de quatro tropeços seguidos interrompidos nesta terça. A luta pela Sul-Americana, que pode ser o único título na temporada, continua dia 15 de outubro no Chile. No Brasileirão, sábado tem compromisso com o Grêmio em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1X0 HUACHIPATO (CHI)

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 30 de setembro de 2014, às 20h30
Árbitro: Christian Ferreyra (URU)
Assistentes: Mauricio Espinosa e Carlos Changala (ambos do URU)
Público/Renda: 5.545 pessoas/R$ 146.700,00
Gol: Michel Bastos, aos 10’/2ºT (1-0)
Cartões amarelos: Souza (SAO); Arrué (HUA)
Cartão vermelho: Luis Fabiano, aos 32’/’ºT (SAO)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Auro (Lucão, 30’/1ºT) (Hudson, 18’/2ºT), Paulo Miranda, Edson Silva e Alvaro Pereira; Denilson, Souza e Michel Bastos; Osvaldo, Alexandre Pato (Alan Kardec, 12’/2ºT) e Luis Fabiano. Técnico: Milton Cruz.

HUACHIPATO: Jiménez; González, Merlo, Muñoz e Vejar; Arrue (Espinoza, 15’/2ºT), Povea, Ezquerra (Pontoni, 35’/2ºT) e Rodríguez (Sagal, 24’/2ºT); Sánchez e Vilches. Técnico: Mário Salas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*