Com título da Sul-Americana, São Paulo visa mais taças em 2013

A Copa Sul-Americana literalmente recolocou o São Paulo no caminho dos títulos. Além de encerrar o jejum de quatro anos sem taça, a conquista credenciou o clube para duas decisões: a Copa Suruga e a Recopa Sul-Americana, ambas realizadas no segundo semestre do ano que vem.

A Suruga já tem data e local definidos: a disputa em jogo único será no dia 7 de agosto, no Estádio Kashima, contra o Kashima Antlers (JAP) do técnico brasileiro Jorginho, ex-Figueirense.

Os nipônicos garantiram vaga com o título da Copa da Liga Japonesa e, pelo regulamento, têm o direito de atuar em casa na briga pelo bicampeonato – neste ano, bateram a Universidad de Chile. Os outros campeões são o argentino Arsenal (2008), o brasileiro Internacional (2009) e os japoneses FC Tokyo (2010) e Jubilo Iwata (2011).

O São Paulo, que nunca perdeu um torneio no Japão, terá a chance de voltar a jogar lá depois de quase oito anos. A última vez foi em 2005, quando bateu o Liverpool (ING) e sagrou-se tricampeão mundial.

Na Recopa, provavelmente em setembro, o adversário será o Corinthians, que ganhou vaga graças ao título da Copa Libertadores.
Bicampeão da competição, em 93 e 94, o Tricolor disputará pela primeira vez na história uma taça internacional contra o rival alvinegro.

A disputa é mata-mata, com jogo de ida no Morumbi. A volta terá o Pacaembu como palco. Problema? No Brasileiro deste ano, com duas vitórias – uma delas com reservas –, o São Paulo mostrou que não.

Festa dos paulistas fica completa

O título do São Paulo colocou 2012 na história do futebol paulista: os quatro grandes clubes do estado conquistaram ao menos uma taça nesta temporada.

O Santos, que festejou seu centésimo aniversário, faturou o Campeonato Paulista e a Recopa Sul-Americana. Já o Palmeiras, apesar do rebaixamento no Brasileirão, venceu a Copa do Brasil de forma invicta, assim como o Tricolor na Sul-Americana e o Corinthians na Libertadores. O vlube alvinegro, por sinal, ainda pode ser campão mundial no domingo, quando disputa a decisão contra Chelsea (ING) ou Monterrey (MEX).

As quatro torcidas não faziam festa no mesmo ano desde 1998, quando o São Paulo foi campeão estadual, o Palmeiras levou a Copa do Brasil, o Corinthians ergueu o troféu do Brasileirão e o Santos triunfou na Copa Conmebol.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*