Com tietes e choro, Lucas embarca para se apresentar ao PSG

A forte chuva que caiu em São Paulo e o horário do vôo, na madrugada deste domingo, não impediram tietes e torcedores do São Paulo de se despedir de Lucas. Mais de cinqüenta fãs foram ao aeroporto de Guarulhos para dar adeus ao jogador. Na próxima segunda-feira, ele se integrará a delegação do PSG, seu novo clube, no Qatar, onde o time realiza uma intertemporada.

Lucas chegou aos aeroporto à 1h30 da manhã de domingo. Foi só o atacante aparecer na porta para as dezenas de fãs que aguardavam com cartazes, balões e câmeras na mão gritarem e correrem em direção ao jogador. Por mais de uma hora, Lucas tirou fotos, foi abraçado, beijado, deu autógrafos e ouviu pedidos inusitados.

“Lucas, não casa lá não”, disse uma das tietes, provocando um sorriso encabulado do jogador.

Um grupo de são-paulinos levou uma faixa com o nome e a imagem do jogador. Os torcedores chegaram a cantar o hino do clube.

“Saio com sensação de dever cumprido. Vou sentir saudade de muita coisa. Esses dias foram emocionantes. Receber esse carinho é bom, mas saio daqui para ganhar o mundo”, disse o jogador.

O momento de maior emoção foi quando Lucas se despediu da sua família e amigos. Ao abraçar o pai, o jogador chorou. O meia-atacante viajou acompanhado da mãe e do empresário Wagner Ribeiro.

No Qatar, ele fará uma intertemporada com o restando do elenco do PSG. O time jogará um amistoso no dia 2 de janeiro. Um dia depois, os jogadores viajam para Paris.

Fonte: Uol

Um comentário em “Com tietes e choro, Lucas embarca para se apresentar ao PSG

  1. Prezado Pontes Pontes, volto ao tema contrato de material esportivo São Paulo x Penalty, sobre o qual eu falava aqui neste espaço sobre uma suposta reunião agora em dezembro entre clube e empresa para revisão dos valores, dado ao fato de que rumores na imprensa informavam que o contrato seria de apenas de R$ 13 milhões ao ano, ou seja, muito inferior ao dos demais concorrentes.
    Para nossa surpresa aquele novo contrato que seria inferior ao atual com a empresa Reebok, passou a ser um dos maiores do Brasil, se não o maior.
    Tudo leva a crer que esse anúncio decorre daquela reunião, onde foram costurados novos valores e novas estratégias de patrocínio de material esportivo, clube/empresa, com a participação do publicitário Rui Branquinho, elevando o valor do mesmo às cifras atuais.
    Não tenho provas de que tenha ocorrido essa reunião, mas coincidentemente o assunto que estava adormecido, voltou agora a todo vapor com o anúncio do exorbitante valor do nosso contrato, com o lançamento de uma nova terceira camisa (que para ser aprovada pelo conselho, passou apenas como uniforme comemorativo) e, o principal, que passou despercebido das manchetes: a Penalty informou a todos os demais clubes para a qual ela patrocinava material esportivo, que não irá renovar os contratos para os anos seguintes, ficando, portanto, exclusivamente com o São Paulo F.C.
    Coincidências muito estranhas. De qualquer modo, parabéns ao clube e seus profissionais pelo anúncio, que viraram aparentemente um jogo perdido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*