Com reforço e garotos, Kelvin tem permanência dificultada no São Paulo

A contratação de Wellington Nem começa a mudar a cara do elenco do São Paulo. Ele, o garoto xodó da torcida David Neres e Luiz Araújo, dupla revelada na base, fazem funções parecidas dentro de campo. Os três são homens de velocidade pelos lados do campo, características semelhantes às de Kelvin.

Por isso, a chegada do jogador emprestado pelo Shakhtar Donestk até o fim de 2017 – antes de acertar com o Tricolor, ele renovou contrato com o time ucraniano até 2019 – torna mais difícil a permanência do atacante cedido pelo Porto até dezembro.

Em entrevista ao GloboEsporte.com, Nem disse que gosta de atuar aberto pelo lado direito, para cortar para dentro e bater. Ele, Neres, Araújo e Kelvin são canhotos. No primeiro semestre, Kelvin era mais usado justamente nesse setor. Com a ascensão de Neres, que também gosta de jogar desse lado, ele foi deslocado para a esquerda.

O São Paulo gosta de Kelvin, mas admite que a permanência é complicada. O preço dos direitos econômicos fixado pelo Porto é considerado irreal para o mercado brasileiro e o clube não pretende pagar. O jogador soma 43 jogos e três gols. Atualmente, recupera-se de um estiramento leve na coxa esquerda, sofrido no clássico contra o Corinthians, no qual sofreu o pênalti que abriu caminho para a goleada por 4 a 0.

De acordo com o agente do atacante, Carlos Leite, não houve uma conversa com o São Paulo pela sua permanência. No último sábado, depois do Majestoso, o jogador de 23 anos falou sobre o futuro.

– Queria ficar. Estou adaptado. O São Paulo me acolheu de braços abertos. Me sinto em casa. Mas tenho contrato no Porto também. Tenho amigos lá e possibilidade de jogar. Se for aqui ou lá vou dar sempre meu máximo. Quero jogar – disse Kelvin.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Com reforço e garotos, Kelvin tem permanência dificultada no São Paulo

  1. O pênalti ele cavou bem. Ponto!
    Mesmo que não tivessem contratado o Nem, seria uma grande besteira gastar dinheiro com o Kelvin. Melhor devolvê-lo aos portugas!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*