Com recorde de participantes, Copa Sul-Americana começa nesta terça

Danúbio-URU e Olimpia-PAR abrem na noite desta terça-feira, às 19h15m (de Brasília), no Estádio Jardines del Hipodromo, a 11ª edição da Copa Sul-Americana, que terá um número recorde de participantes: 47. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) abriu outras oito vagas este ano, uma a mais para Bolívia, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela e Chile, que terão quatro times cada. O Brasil continua sendo o país com mais clubes envolvidos, com oito representantes, seguido pela Argentina, com seis. O Universidad de Chile, campeão do torneio em 2011, completa a lista e entra direto nas oitavas de final.

Botafogo, Palmeiras, Grêmio, Coritiba, Bahia, São Paulo, Atlético-GO e Figueirense disputam o título inédito da competição, que pelo terceiro ano consecutivo dará ao ganhador uma vaga na Taça Libertadores da América no ano seguinte. Os times brasileiros entram na segunda fase e se enfrentam em modo eliminatório, em jogos de ida e volta. Palmeiras e Botafogo fazem o primeiro desses duelos no dia primeiro de agosto, às 21h50m (de Brasília), na Arena Barueri. O país só conquistou o torneio uma vez, em 2008, com o Internacional, campeão invicto. O maior vencedor é o Boca Juniors-ARG, com duas taças: em 2004 e em 2005.

sorteio da Copa SulAmericana  (Foto: EFE)Sorteio dos confrontos da Sul-Americana foi realizado no dia 29 de junho, em Luque, no Paraguai (Foto: EFE)

A primeira fase da Copa Sul-Americana será disputada entre 25 de julho e 19 de setembro. As oitavas de final vão de 26 de setembro a 24 de outubro. As partidas das quartas de final serão realizadas entre 31 de outubro e 7 de novembro; as das semifinais, entre 21 e 28 de novembro; e as da decisão em 5 e 12 de dezembro.

A partir de 2013, Brasil terá menos participantes na disputa

A transformação prevista pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a partir de 2013,envolvendo a mudança de regulamento da Copa do Brasil, vai afetar também a classificação para a Copa Sul-Americana. As vagas para o torneio continental cairão para quatro, e os representantes não serão mais definidos só pela classificação final do Campeonato Brasileiro. Os melhores times do Brasileirão que não estiverem disputando a Copa do Brasil antes do início da Sul-Americana, serão indicados ao torneio.

Torneio terá sete equipes que disputaram a Libertadores

Se o Brasil não tem um mesmo representante para a Taça Libertadores da América, vencida pelo Corinthians) e a Copa Sul-Americana, o mesmo não acontece em relação a outros países. Times do Paraguai, Uruguai, Chile, Equador e Venezuela voltam a um torneio continental nesta mesma temporada. São os casos de: Olimpia-PAR, Nacional-URU, Deportivo Táchira-VEN, Emelec e Deportivo Quito-EQU, além de Universidad Católica e Universidad de Chile-CHI.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*