Com olheiro na cola, Ajax acompanha David Neres desde a Copinha de 2016

Sentado nas tribunas, um senhor de porte físico avantajado, na casa de seus 60 anos, não tira os olhos do gramado e deixa tudo devidamente anotado em um calhamaço de papel. No Equador para acompanhar o Sul-Americano Sub-20, o holandês Hans Van Der Zee trocou momentaneamente Amsterdã por Quito para assistir à competição como olheiro do Ajax.

Vigiar de perto os passos de David Neres, acertado com o clube holandês, ao lado da Seleção tem sido tarefa apenas protocolar. A missão dele agora é garimpar outros talentos na América do Sul (confira os detalhes exclusivos da venda do jogador do São Paulo).

Afinal, o namoro do time de Amsterdã com o futebol do jovem atacante do São Paulo é antigo. Foi na Copa São Paulo do ano passado que David Neres despertou o interesse dos holandeses, que passaram a acompanhá-lo com mais atenção ao longo de 2016, quando ele foi promovido ao time principal e virou titular no final do Brasileirão.

Agora, com o olheiro do clube acompanhando os passos de Neres de perto, o Ajax decidiu então apresentar a proposta de 15 milhões de euros (R$ 50,7 milhões) pelo atacante de 19 anos – já acertada com o São Paulo.

A aposta em David Neres representa um novo modelo no Ajax, que não tem lá muita tradição em investir em brasileiros. Nas últimas décadas, apenas o lateral-esquerdo Maxwell, hoje no PSG, fez algum sucesso com a camisa branca e vermelha do clube de Amsterdã. O tetracampeão Márcio Santos também defendeu as cores da equipe, sem muito brilho, além de outros nomes menos conhecidos do torcedor brasileiro.

E Neres não foi o primeiro investimento dos holandeses na América do Sul recentemente. Na janela de transferências anterior, o clube de Amsterdã tirou o zagueiro colombiano Davinson Sánchez do campeão da Libertadores, Atlético Nacional, por 5 milhões de euros.

Pelo visto, os olhos do Ajax seguirão apontados para a América do Sul. Sem condições financeiras de competir com outros gigantes do continente, o clube tentará garimpar talentos do outro lado do Atlântico, visto que a estratégia de apostar em jogadores locais não vem dando tanto certo assim.

Fora da atual Liga dos Campeões, competição que não conquista há mais de 20 anos, o Ajax vem sofrendo mesmo dentro da Holanda, onde costumava mandar e desmandar. O último título nacional veio em 2014 e, na atual temporada, ocupa a segunda colocação, cinco pontos atrás do líder Feynoord.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Com olheiro na cola, Ajax acompanha David Neres desde a Copinha de 2016

  1. Os caras sambem o que faz!
    Deveriam ter vendido o Luiz Araujo mais o Lianco e ficar com o Neres; afinal, dos três, o único que deveria jogar como titular seria ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*