Com M1TO e Fabuloso, Tricolor decide vaga na Libertadores

Na noite desta quarta-feira, em La Paz, o São Paulo poderá confirmar a sua classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores. Depois do 5 a 0 no Estádio do Morumbi, o Tricolor Paulista enfrentará o Bolívar-BOL com grande vantagem para ficar com a vaga na competição continental.

E o técnico Ney Franco conta com os seus dois principais jogadores do elenco: Rogério Ceni e Luis Fabiano, os ídolos da torcida são-paulina. Eles têm algo em comum na Libertadores. Com 12 gols, o M1TO é o maior artilheiro da história do clube no torneio. No entanto, Fabuloso vem logo atrás com 10.

No primeiro jogo contra o Bolívar, o camisa 9 tricolor iniciou a Libertadores com pé direito, fez dois gols e encostou no goleiro-artilheiro. Disputa que, se depender do camisa 01, será vencida pelo companheiro. Para ele, quando mais gols Luis Fabiano fizer, mais o São Paulo seguirá na competição.

“A única coisa que eu torço é para que ele me passe o mais rápido possível. Espero que ele chegue a 15, 18 gols, que seja o artilheiro da Libertadores. Se ele não virar artilheiro, significa que meu time não estará fazendo muitos gols. É a ordem natural das coisas, o camisa 9 tem de ter mais gols do que o 1”, disse Rogério Ceni, que também deixou sua marca diante dos bolivianos no Morumbi.

Com a camisa do Tricolor, Fabuloso está disputando a Libertadores pela segunda vez. Em 2004, quando chegou na semifinal, o jogador fez oito gols. Já Rogério, bicampeão do torneio, está em sua nona edição. Ao todo, o capitão tricolor disputou 73 dos 150 jogos do São Paulo na competição.

Além do Bolívar, Luis Fabiano também marcou na temporada diante do Mirassol e tem três gols em duas partidas na temporada, sendo o principal artilheiro da equipe. Mesmo com a boa vantagem conquistada na partida de ida, o atacante sabe que jogar na altitude não será fácil para o time brasileiro.

“Não tem nada definido e temos de tomar cuidado. Será uma partida difícil. Mas temos de fazer o nosso jogo, como fizemos na primeira partida. Temos uma vantagem”, completou o atacante.

Além da dupla, a torcida são-paulina também conta com a excelente fase de Jadson e Osvaldo. Na primeira Libertadores pelo São Paulo, eles já deram mostras que poderão auxiliar Rogério Ceni e Luis Fabiano nesta caminhada rumo ao quarto título do torneio continental.

“Sul-Americana é muito parecida com a Libertadores, são as mesmas equipes praticamente. No ano passado já deu para ver como é disputar uma competição sul-americana, como é a pegada, a pressão. Agora temos o jogo da volta contra o Bolivar e vamos atrás dessa classificação”, concluiu Osvaldo.

O São Paulo jogará completo nesta quarta-feira, apesar de o técnico Ney Franco não revelar a escalação inicial. Com atletas experientes no elenco, o time chega com muita força no elenco. Se avançar de fase, o Tricolor certamente será apontado como um dos favoritos. É hora de fazer valer essa força de tricampeão da Libertadores.

BOLÍVAR (BOL) X SÃO PAULO

LOCAL: Hernando Siles, em La Paz (BOL)
DATA/HORA: 30/1/2013, às 22h (horário de Brasília)
ÁRBITRO: Wilmar Roldan (COL)
ASSISTENTES: Humberto Clavijo (COL) e Eduardo Diaz (COL)

BOLÍVAR: Arguello; Ronald Eguino, Gabriel Valverde, Nelson Cabrera e Lorgio Álvarez; Damir Miranda, Walter Flores e Rudy Cardozo; Juan Arce, William Ferreira e Gerardo Yecerotte. Técnico:Miguel Ángel Portugal.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas (Paulo Miranda), Lúcio, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson e Jadson; Aloísio, Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*