Com Kaká só em 2014, São Paulo garante ter folha equacionada

A despeito das declarações de Kaká e do próprio presidente do Orlando City de que não está descartada a permanência do meia no Brasil após dezembro, o São Paulo não acredita que isso será possível. Com ou sem ele, no entanto, o clube garante que tem condições de manter o elenco estelar para o próximo ano.

“O time está equacionado financeiramente para prosseguir (em 2015)”, disse o presidente Carlos Miguel Aidar, na quinta-feira, quando apresentou Michel Bastos, lateral esquerdo da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010 e o terceiro reforço de sua gestão – além dele e de Kaká, o clube também contratou o atacante Alan Kardec, ao custo de 4,5 milhões de euros.

Embora não tenha gastado nada para buscar Kaká e Michel Bastos, o São Paulo paga a eles e também às demais estrelas (como o goleiro Rogério Ceni, o meia Paulo Henrique Ganso e os atacantes Alexandre Pato e Luis Fabiano) valores que têm parcela considerável na folha salarial de aproximadamente R$ 10 milhões mensais. Um valor difícil de administrar, em especial sem a ajuda de um patrocinador.

SPFC – Site Oficial

Meio-campista está emprestado pelo Orlando City até dezembro deste ano e dificilmente continuará no clube

Desde o final de julho, o São Paulo não conta mais com o patrocínio da Semp Toshiba e busca parceiros. A ideia é fechar com mais de uma empresa para revezar espaços no uniforme. “É uma alternativa para ter um valor menor individual, mas que fixe a marca de forma permanente”, explica Aidar, ao lembrar ainda que o contrato com a Penalty até o final de 2015 está ameaçado pela procura de outros “dois fortes concorrentes” fornecedores de material esportivo.

 

Em meio a tudo isso, Aidar quer mais. “A ideia é obviamente melhor ainda. Vamos perder o Kaká. Ele tem contrato até 31 de dezembro. Não adianta querer sonhar que vai ficar depois, porque o Orlando City não irá cedê-lo, nem que o São Paulo se classifique para a Libertadores. Acho pouco provável. De qualquer forma, a ideia é continuar melhorando, crescendo, aprimorando. Enfim, solidificando esse patrimônio de atletas e o patrimônio material”, diz o presidente.

Como a janela de transferências do exterior para o Brasil está fechada, Michel Bastos foi o último reforço vindo de fora. No caminho inverso, o clube negocia o lateral direito com o Barcelona e, caso a transferência se concretize, poderá buscar alguém para o setor. Na zaga, tanto a diretoria quanto o técnico Muricy Ramalho acreditam que não sejam necessários reforços.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Com Kaká só em 2014, São Paulo garante ter folha equacionada

  1. COM MURICY O VEXAME ESTÁ GARANTIDO:

    ELIMINADO POR 3 “SUPER TIMES” PAULISTAS, NÃO É O PALMEIRAS, SANTOS OU CORINTHIANS, SÃO OS TIMES MAIS “TRADICIONAIS” E “PODEROSOS” DO FUTEBOL BRASILEIRO:

    Ponte Preta (Segunda divisão)
    Penapolense (time montado apenas para o paulistão)
    Bragantino (Penúltimo colocado da SEGUNDONA)

    Qual o motivo de manter um TREINEIRO desse no SPFC ganhando uma fortuna? Só para agradar as MURICETES ?

    Time mal treinado, sem esquema tático, qualquer técnico de várzea faria melhor que o entregador de camisas e enchedor de saco dos garotos da base.

    BURRICY, SE VC AMA O SPFC COMO DIZ, NÃO O FAÇA MAIS PASSAR VERGONHA, PEÇA DEMISSÃO AGORA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*