Com fome de títulos, Pratto se inspira em Ronaldo e Palermo

Após duas temporadas sem obter conquistas de expressão com a camisa do Atlético-MG, o centroavante Lucas Pratto está com fome de títulos no São Paulo. Apresentado à imprensa paulista na última segunda-feira, o argentino assinou um contrato de quatro anos, mas prefere não fazer planejamentos a longo prazo.

Pratto teve 50% de seus direitos econômicos adquiridos pelo Tricolor por uma quantia de 6,2 milhões de euros (R$ 20,5 milhões na cotação atual). Ele defendeu o Galo em 101 jogos e marcou 41 gols. Pelo clube mineiro, seus únicos troféus foram o do Campeonato Mineiro de 2015 e o da Copa Flórida de 2016.

“Pensar nesse ano, conseguir coisas importantes com o clube e títulos. Ver o que o técnico e o time precisam. Jogo a jogo mostrar que o São Paulo acertou em me contratar. Se tiver um ano como espero, no próximo vai sair tudo bem para mim e para o clube”, explicou.

Questionado sobre o seu projeto de carreira, o jogador de 28 anos desconversou sobre um interesse de voltar a atuar na Europa, reiterando que seu foco está direcionado apenas ao Tricolor do Morumbi. “Firmei contrato de quatro anos para ficar o tempo todo. Se o São Paulo não precisar mais, depois nós conversamos”, afirmou.

“Quero fazer as coisas boas para que o São Paulo fique feliz de me ter no time. Quero fazer tudo bem, ganhar títulos e ser importante para o time”, acrescentou o novo camisa 14 do São Paulo, que tem como fonte de inspiração ex-atacantes de Brasil, França e Argentina.

“Como jogador, sempre me inspirei em Ronaldo ‘Fenômeno’ e em Henry”, afirmou, citando os reverenciados ex-atacantes. “Pessoalmente, meu irmão e Martín Palermo me ensinou como tratar com outros jogadores, como pessoa. Essas são as minhas referências”, concluiu Pratto, referindo-se ao ex-jogador, com quem dividiu vestiário no Boca Juniors em 2009.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*