Clima quente na política do São Paulo preocupa Osorio

A situação complicada do São Paulo nos bastidores, além da crise econômica, deixa o técnico Juan Carlos Osorio incomodado. Quando aceitou trabalhar no Brasil, o colombiano não achou que encontraria clima tão desfavorável.

Osorio já reclamou algumas vezes da relação que os dirigentes do clube mantêm com o futebol. Para o comandante, há muitas pessoas dando opiniões. Ele já externou, sem citar nomes, mensagens de dirigentes cujo teor o deixou profundamente decepcionado.

O técnico vive situação parecida com a de Muricy Ramalho no ano passado e tenta evitar que a crise chega aos jogadores, interfira no campo. Ele não se envolve com os assuntos da diretoria, assim como fazia seu antecessor, mas sabe que todos os acontecimentos recentes cria uma atmosfera desfavorável.

Ano passado, Muricy conseguiu resistir à guerra entre Aidar e Juvenal e levou o time ao vice-campeonato brasileiro. Este ano, no entanto, ficou fragilizado após derrotas que davam munição a ala do Morumbi, que defendia sua saída. Tentou se proteger, mas acabou deixando o cargo.

Fonte: Lance

2 comentários em “Clima quente na política do São Paulo preocupa Osorio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*