Chulapa é ídolo de SP e Santos. Mas não fica em cima do muro

O ex-atacante Serginho Chulapa está atualmente com 60 anos de idade, sendo nove deles dedicados a marcar gols pelo São Paulo e outros sete como camisa 9 do Santos. Centroavante da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1982 conversou com oUOL Esporte sobre o clássico do Campeonato Brasileiro que vai reunir as duas equipes em que ele é ídolo.
Sem titubear, Serginho cravou sua torcida para o Santos, que sempre foi seu time de coração. “O Santos jogou muito bem contra o Atlético-PR. Então eu acredito 1 a 0 para o Peixe”, explicou o maior artilheiro da história do São Paulo com 242 gols marcados pelo Tricolor.
Especialista na hora de fazer gols, Serginho avaliou os atuais camisas 9 de Santos e São Paulo. No time da capital, Luis Fabiano acumula 192 gols, Luis Fabiano ainda precisa marcar mais 50 vezes para se tornar o principal goleador da história do São Paulo.
“Ele é muito capaz. Ele já provou isso sendo o terceiro maior artilheiro do Brasileiro na história do clube. Então ele é referência de goleador”, avaliou Chulapa, que também comparou seu temperamento explosivo nos tempos de jogador com o do atual centroavante do São Paulo.
Sobre Damião, Serginho deu um voto de confiança no jogador, contratado no começo do ano por cerca de R$ 40 milhões e que ainda não correspondeu. “Eu acredito muito no Damião. Capaz dele ajudar o Santos e deslanchar, porque gol ele sabe fazer”, desejou.
Confira na íntegra o bate-papo com Serginho Chulapa:
UOL: O clássico San-São representa muito na vida do Serginho Chulapa?
Serginho Chulapa: Sem dúvida. Sempre fui santista mesmo quando quando estava São Paulo. E jogava contra o Santos e fazia os meus gols. Depois fui para o Santos e retribui da mesma maneira então realmente marcou sim pra mim porque foram grandes jogos que eu fiz pelo São Paulo contra o Santos, pelo Santos contra o São Paulo realmente é uma coisa que fica na história.

UOL: Qual jogo que mais marcou você quando defendia o São Paulo contra o Santos e vice-versa?

Serginho Chulapa: Foi São Paulo e Santos no Pacaembu, foi num domingo a tarde foi 3 a 0 e eu fiz os três gols pelo São Paulo. Foi realmente marcante. Inclusive, naquela época, o Pacaembu lotado e hoje você não vê mais isso, o que eu acho um absurdo. Já pelo Santos foi 2 a 1 no Morumbi, marquei dois gols.

UOL: Quem vence o clássico?

Serginho Chulapa: O Muricy eu joguei com ele muito tempo no São Paulo. São dois amigos: o Osvaldo eu também tenho uma amizade muito grande. Mas dá 1 a 0 para o Santos. Está bom. O Santos jogou muito bem contra o Atlético-PR depois de três derrotas. Mas o time jogou bem nas derrotas, teve oportunidades e não fez os gols, então espero que o Santos possa ter um bom resultado contra o São Paulo, então eu acredito 1 a 0 para o Peixe.

UOL: Agora os tempos são outros, você acredita ainda no potencial do Leandro Damião no Santos, ele vai ainda deslanchar?

Serginho Chulapa: Eu acredito muito no Damião, mas realmente centroavante vive de gols. Ele ficou este tempo sem marcar, em jejum, mas qualquer centroavante já passou por isso. Então eu acredito nele sim, também ficou algum tempo machucado, parado, então agora ele já está totalmente recuperado ele é muito capaz sim de ajudar o Santos. Eu acredito que depois desse gol que ele fez ele vai deslanchar sim, porque gol ele sabe fazer.

UOL: O que representa o retorno do Robinho para o Santos, ele não joga o clássico, está machucado.

Serginho Chulapa: Muito importante, a diretoria fez um grande empenho é a terceira vez que ele passa e dá resultado, desde que ele chegou fez quatro jogos e chegou em grande nível. Então, com a chegada dele, voltou a alegria, voltou a irreverência. Ele vai ajudar muito o Santos neste Campeonato Brasileiro e também vai depender de quem vai jogar ao lado dele, porque o Robinho vai pra cima ele dá opção, o Robinho tem variedades dentro do campo, isso é muito importante.

UOL: Hoje tem jogador brasileiro com o seu estilo de jogo e faro de gol?

Serginho Chulapa: É… Sei lá… É complicado. É na base que você procura esses jogadores, entendeu? Na formação, lógico que o próprio jogador tem que ter suas características, o Damião e o Luis Fabiano, por exemplo, jogam enfiados então eu era este tipo de centroavante. Mas hoje poderia ter mais. Na minha época tinham vários centroavantes do mesmo nível, agora hoje para começar a revelar grandes centroavantes tem que olhar com certeza na base.

UOL: O Luis Fabiano é parecido com você no futebol?

Serginho Chulapa: É. E em todos os sentidos (risos). Ele bem fisicamente é muito capaz. Ele já provou isso. É o terceiro maior artilheiro no Brasileiro da história do clube, então ele é referencia de goleador lá na frente. Mas como falamos sobre base, realmente hoje se revela muito pouco jogador nesta posição. Se você pegar um ano pra cá, revelou muito pouco. Então por isso que está este déficit aí. E o Osvaldo de Oliveira tem coragem de lançar molecada o Santos, isso é muito importante também. Revelar, até revela você vê essa convocação da sub-20 da seleção brasileira, teve vários jogadores que eu nunca tinha ouvido falar, porque eles saíram muito cedo daqui, com 12, 13, 14 anos já vão embora e perde muito a identidade.

UOL: Analisa o São Paulo de hoje eliminado na Copa do Brasil mas até que reagiu no Brasileiro

Serginho Chulapa: O São Paulo se jogar o que sabe complica. Tem jogadores experientes, o Alan Kardec pra mim é um jogador que joga no meio, é autentico centroavante está jogando tranquilo no São Paulo. Já o Pato é um grande jogador, jogador de seleção, ele não viveu uma fase boa no Corinthians e agora no São Paulo está revivendo aquele verdadeiro Pato. É aquele tipo de futebol quando todo mundo vence você quer rever. Então o São Paulo com os bons jogadores que tem, o Ganso entre outros, é uma equipe que vai dar trabalho neste brasileiro.

 

Fonte: Uol

4 comentários em “Chulapa é ídolo de SP e Santos. Mas não fica em cima do muro

  1. Tenho a impressão que ele guarda uma certa mágoa do SPFC, não sei exatamente por que, mas é perceptível. Na minha opinião foi um grande ídolo no Tricolor, mas eu considero que Dario Pereyra e Raí estão acima dele. O RC nem se discute.

    • De forma alguma, respeito muito Dario Pereyra e Rai, mas Serginho, para mim, é o MAIOR !!!
      Ele não tem magoa alguma, apenas foi político, afinal de contas ele trabalha no Santos.
      Creio que ele tenha um Amor equivalente por ambos os Clubes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*