Ceni sobre pênaltis: ‘Responsabilidade é sempre dos mais velhos’

Pela décima vez no ano de 2014, Rogério Ceni cruzou todo o gramado para colocar a bola na marca da cal e cobrar um pênalti para o São Paulo. Diante do Grêmio, no último sábado, o goleiro-artilheiro converteu a nona cobrança da temporada, na vitória da equipe por 1 a 0, e explicou a razão por assumir a responsabilidade nas penalidades para o Tricolor.

– Vale muito o cara que pega a bola no 0 a 0 e tem coragem de bater. Quando o jogo está 3 a 0 é gostoso, você vai muito mais relaxado. Quando está pesado, a responsabilidade é sempre dos mais velhos. E eu, como bem mais velho (risos), tenho que assumir. Se acontece alguma coisa de errado, que aconteça comigo – afirmou o capitão.

Ceni já é o vice-artilheiro do São Paulo no Campeonato Brasileiro com sete gols, atrás apenas de Alexandre Pato, que aparece com nove. O Mito, no entanto, não quer os créditos pela vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio em Porto Alegre, mas sim dividir os méritos com todo o time, que encerrou série de quatro jogos sem vitórias no torneio nacional.

– Nós jogamos bem mais próximos e na oportunidade que tivemos, fizemos o gol. O mérito é de todo o pessoal de linha, que correu muito. O pênalti, alguém tem que bater. Mas o mais importante foi que retomamos a confiança para manter a briga por uma vaga na Libertadores da América – projetou o camisa 01.

Com 46 pontos, o São Paulo ocupa a terceira posição do Campeonato Brasileiro, com três a menos do que o Internacional e dez do que o líder Cruzeiro. Na quarta colocação, aparece o Atlético-MG, com 43. Grêmio e Corinthians, com a mesma pontuação dos gremistas, são os primeiros fora do G4.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*