Ceni se conforma com ingressos caros do Audax: “Não somos os mandantes”

Rogério Ceni preferiu não se intrometer na polêmica que envolve os preços dos ingressos estabelecidos pelo Audax para a partida contra o São Paulo, no dia 5 de fevereiro, na Arena Barueri. Além de ser válido pela primeira rodada do Campeonato Paulista, o duelo marca a estreia oficial do ex-goleiro como técnico.

Presidido pelo ex-corintiano Vampeta, o clube de Osasco abriu as vendas com o ingresso mais barato custando R$ 100. Alguns setores destinados à torcida visitante têm seus lugares sendo comercializados a R$ 140, o que motivou alguns são-paulinos a organizarem um boicote ao confronto pelas redes sociais.

Na avaliação de Rogério Ceni, este é um assunto a ser tratado exclusivamente pelo Audax, detentor do mando de campo. “A decisão dos ingressos não cabe a gente discutir, porque não somos o time mandante. Não vou opinar sobre uma coisa que não me pertence”, declarou o conformado treinador, em coletiva de imprensa concedida após o treino desta sexta-feira.

Rogério Ceni não interfere em preços de ingressos para sua estreia oficial como técnico (Foto: Sergio Barzaghi/ Gazeta Press)
Rogério Ceni não interfere em preços de ingressos para sua estreia oficial como técnico (Foto: Sergio Barzaghi/ Gazeta Press)

O técnico também se absteve de opinar sobre o possível boicote dos são-paulinos. “Seria injusto da minha parte dizer para o torcedor não ir ao estádio. Não tenho que dar palpite na gestão de outros clubes”, afirmou, sugerindo um pacote promocional à diretoria tricolor para levar um número maior de torcedores ao Morumbi durante o Estadual.

“Quem sabe o São Paulo pode lançar um pacote de dois, três jogos, no Morumbi, pelo mesmo valor. Aquele que se sentir à vontade para pagar isso, vai para o jogo. Aquele que se sentir explorado, que guarde para o Morumbi, que vamos precisar muito”, concluiu.

Além de ser o local onde Ceni estreará oficialmente como treinador, a Arena Barueri foi o estádio em que o ex-goleiro marcou o seu 100º gol, fruto de uma perfeita cobrança de falta diante do Corinthians, no dia 27 de março de 2011, pelo Campeonato Paulista.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Ceni se conforma com ingressos caros do Audax: “Não somos os mandantes”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*