Ceni faz de falta, Kardec brilha, e São Paulo vence sob protesto

O domingo foi de protesto no Morumbi. A principal torcida organizada do clube promoveu uma manifestação pacífica e incomum: vestiu coletes e chuteiras, e levou bolas e cones aos arredores do Morumbi. Simulou um treino do São Paulo, com imitação do técnico Muricy Ramalho, rodeado por faixas que criticavam o comando técnico e a diretoria de futebol. Reflexos de uma crise que quase motivou uma troca de treinador na última quinta. Em campo, contra o Linense, porém, alívio: vitória por 3 a 0, com belo gol de falta do goleiro Rogério Ceni e dois de Alan Kardec – o atacante decidiu o jogo.

O jogo

Muricy Ramalho fez aquilo que queria, aproveitando os oito desfalques que teve para o jogo: armou um São Paulo mais leve, sem centroavante: Ewandro, Bosquilia, Centurión e Alexandre Pato formaram o setor ofensivo.

Não deu certo.

O time que deveria se movimentar mais, não se movimentou. Pouco criou, não encontrou espaços. O lance de maior perigo do São Paulo enganou torcedores que estavam no estádio, aqueles que assistiam ao jogo pela televisão, narradores e até o operador do placar do Morumbi: Gabriel Boschilia cobrou falta pela esquerda, Paulo Miranda subiu para cabecear e mandou a bola rente à trave direita do goleiro adversário. Para torcida e narradores, gol do São Paulo – o placar do Morumbi também anunciou: 1 a 0. Mas não, a bola passou por fora e tocou na rede lateral.

No segundo tempo, Muricy Ramalho mudou aquilo que não funcionou. Tirou Pato, colocou Alan Kardec, deu ao time o centroavante que faltava, e então a equipe passou a jogar mais futebol. Com uma referência ofensiva, tudo funcionou melhor.

Kardec foi aquele que sofreu a falta que originaria o gol: Derrubado na entrada da área, deu ao capitão Rogério Ceni a oportunidade de se redimir pelo gol sofrido no clássico contra o Palmeiras, de Robinho. E Ceni se redimiu com maestria: bola que passou pelo lado da barreira e morreu no ângulo. Golaço, de falta, para abrir o placar.

Alan Kardec ainda faria a diferença novamente em outro ataque são-paulino. Thiago Mendes fez boa jogada pela lateral, chamou a marcação e tocou para Kardec, sozinho, no meio da área marcar. Finalização precisa, no canto do gol, tirando do goleiro. O jogo que poderia oferecer perigo, ficou tranquilo.

O São Paulo ainda marcaria o terceiro gol, novamente com Alan Kardec, após jogada pela esquerda. O atacante aproveitou cruzamento e fez um gol de peito.

O melhor – Alan Kardec: centroavante entrou no intervalo e arrumou todos os problemas do São Paulo. Fez com que o ataque funcionasse, os pontas achassem espaços e o meia tivesse opções para passe. Sofreu a falta que originou o gol de Rogério Ceni e ainda marcou o segundo e o terceiro gol do jogo.

O pior – Igor: lateral esquerdo do Linense deixou Thiago Mendes fazer a jogada do segundo gol são-paulino e, logo depois, ainda foi expulso.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 0 LINENSE

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 29 de março de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Leandro Matos Feitosa (ambos de SP)

Gols: Rogério Ceni e Alan Kardec (2) (São Paulo)
Cartões amarelos: Edson Silva (São Paulo) / Memo e William Pottker (Linense)
Cartões vermelhos: Igor (Linense)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Paulo Miranda, Edson Silva e Carlinhos; Hudson e Thiago Mendes; Ewandro, Boschilia e Centurión (Cafu); Alexandre Pato (Alan Kardec)
Técnico: Muricy Ramalho

LINENSE: Anderson; Eric, Álvaro, Adalberto e Igor; Memo (Birungueta), Moisés Ribeiro e Gilsinho (Clebson); William Pottker, Nando e Diego (Serginho)
Técnico: Narciso

Fonte: Uol

Um comentário em “Ceni faz de falta, Kardec brilha, e São Paulo vence sob protesto

  1. Jogo fraco, de 2 times fracos, mas que tem alguns jogadores individuais com mais qualidade e por isso ganhou, seu Rogerio Ceni fez o que mais fez na sua carreira gols de falta, agora defender que é bom em jogos como do Palmeiras e etc ele nao o faz o que um goleiro deveria fazer.
    Kardec ja merece a vaga de titular mas infelizmente seu Muricy insiste em LFP e ou outra formação que Kardec nao joga.
    Ganhar do Linense é facil, alias nesse Paulistinha sao paulo so ganhou dos fracos, no mata-mata, vai morrer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*