Ceni exalta possível último título e mira adversários na Copa do Brasil

Rogério Ceni quer levantar o único troféu que ainda não conquistou pelo São Paulo: a Copa do Brasil. Com aposentadoria confirmada para o fim de 2015, será a última chance para o goleiro ganhar o seu último título. Para isso, precisa passar pelo Vasco, nesta quarta-feira, em São Januário, pela volta das quartas de final da Copa do Brasil.

– Nenhuma obsessão, mas algo que falta, é fato. É minha última chance de ser campeão como atleta. Tentarei fazer o máximo, motivar meus companheiros para jogar como no domingo e fechar um ano marcante com um título, mais uma foto na parede. Tem o Vasco pela frente e uma eventual semifinal com o Santos – projetou o goleiro.

A missão para o Tricolor não será tão difícil. Na ida, o time do Mito aplicou 3 a 0 no Morumbi. Em recuperação no Campeonato Brasileiro, a chance é grande de Jorginho, o treinador vascaíno, poupar alguns jogadores para o segundo duelo, no Maracanã. Pelo Brasileirão, o Vasco ganhou quatro dos últimos seis jogos que disputou.

– Acredito que será uma pressão muito forte desde o início. Não acho que eles já tenham desistido. Estão subindo muito na tabela, mesmo que pareça difícil tirar oito pontos de diferença. Todo mundo que entrar tende a fazer seu melhor. Creio em uma tentativa de pressão, então precisamos buscar um gol para ter tranquilidade – afirmou Rogério Ceni.

Se o São Paulo passar pelos cariocas, poderá enfrentar o Santos, que venceu o Figueirense, em Santa Catarina, por 1 a 0 na ida. O capitão tricolor já mira os outros possíveis adversários com a provável classifição. Também pensa que, se for eliminado, será sua última queda em um torneio mata-mata na carreira.

– Na final, não tem como escapar de um grande clube. Grêmio, Inter, Fluminense e Palmeiras. É um caminho muito difícil, mas especial para todos. Talvez mais para mim por ser a última, mas já disse para os mais jovens que a vida você gasta a cada dia, então precisam ter isso como grande objetivo – disse o Mito, referindo-se aos possíveis adversários em eventual decisão.

Mas não é só a Copa do Brasil que ainda motiva o goleiro de 42 anos de idade. O São Paulo tem 43 pontos no Brasileirão e está a dois do Palmeiras, time que abre a zona de classificados para a Copa Libertadores de 2016.

– Com dois pontos de diferença em 30, é possível sonhar. Ainda não é hora de desistir, mas é claro que vemos uma possibilidade melhor na Copa do Brasil. Por isso, precisamos levar a sério esse jogo com o Vasco. Mas ainda podemos pensar nas duas competições, vencendo o Atlético-PR no sábado e podendo voltar ao G4 – concluiu Rogério.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*