Cauteloso em relação a Ganso, Ney Franco o imagina pronto em um mês

Paulo Henrique Ganso deve ser liberado pelo departamento médico em um mês. Pelo menos é essa a projeção do técnico Ney Franco. De qualquer maneira, o comandante do São Paulo vai adotar cautela na hora de escalar o maestro, recém-contratado ao Santos em negociação polêmica.

– O Ganso fez um contrato de cinco anos. Então, é para ser usado nesses cinco anos. Ele requer cuidados médicos. Se eu achar que colocar o Ganso em campo vai expor o jogador fisicamente, não vou fazer. Mesmo depois de liberado – comentou o técnico.

Em recuperação de uma lesão no músculo reto femural da coxa esquerda, o novo meia do São Paulo está em tratamento intensivo para ser logo utilizado pela comissão técnica. A previsão de retorno é de quatro semanas.

– Recebemos o retorno do departamento médico de que ele poderá ser utilizado ainda este ano. Talvez em quatro semanas ou oito rodadas – acrescentou o comandante.

Ganso tratamento Reffis São Paulo (Foto: Divulgação / São Paulo FC)Ganso faz tratamento no Reffis
(Foto: Divulgação / São Paulo FC)

Paulo Henrique Ganso foi apresentado oficialmente no São Paulo no último domingo, antes da vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro. Triunfo que deixou o Tricolor a dois pontos do G-4. No próximo domingo, pelo Brasileirão, o jogo é diante do Coritiba, fora.

Antes disso, na próxima quarta-feira, o São Paulo encara a LDU de Loja, no Equador, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O principal desfalque para a partida fora de casa é Luis Fabiano, com estiramento na coxa direita.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*