Casemiro, Paulo Assunção e Edson Silva: opções para a vaga de Toloi

Com apenas um dia para treinar a equipe que irá enfrentar o Grêmio, domingo, no estádio do Morumbi, o técnico Ney Franco tem um problema no sistema defensivo que, após levar um gol em três jogos, voltou a falhar e foi o destaque negativo na derrota por 2 a 1 para o Fluminense. O zagueiro Rafael Toloi levou o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão automática. O problema está em definir o substituto.

Se quiser manter o esquema 3-5-2, que vem sendo utilizado nas últimas partidas, o treinador tem duas alternativas: usar o zagueiro Edson Silva, que é o substituto imediato dos titulares, ou então improvisar o volante Casemiro. Mesmo sem viver bom momento na temporada, o jogador foi utilizado nessa posição pelo treinador na seleção brasileira sub-20 durante o Mundial disputado na Colômbia, em 2011. Durante a semana, em coletivo realizado no CT da Barra Funda, Casemiro trabalhou na equipe reserva nessa posição.

Outra possibilidade seria modificar o esquema. Ney Franco tem como preferência a formação tradicional, o 4-4-2. O problema é que, como o time não contava com nenhum volante específico de marcação, ele resolveu usar os três beques para dar mais segurança defensiva. A situação mudou agora com a chegada de Paulo Assunção, contratado no último dia da janela de transferências. O meio-campista fez sua estreia no segundo tempo da partida contra o Fluminense.

– Ninguém gosta de perder na estreia, mas fiquei feliz por ser meu primeiro jogo. O time jogou bem e merecia outro resultado. Foi minha volta depois de tanto tempo fora do país. Estou preparado para jogar, depende só do treinador. Independente de quem for jogar, precisamos de uma vitória porque podemos entrar no G-4 – ressaltou o meio-campista.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*