Cariocas, mineiros e Palmeiras anunciam boicote a torneios de base que tiverem o São Paulo

Os principais clubes do país anunciaram que boicotarão competições de base que tiverem o São Paulo como participante. A medida é definida pelas equipes descontentes como um protesto à conduta adotada pelo clube do Morumbi na captação de jovens atletas.

Os clubes acusam o São Paulo de aliciar os pais de jovens atletas de outros clubes, que quebraria suposto “código de ética” firmado entre os times grandes.

Integra o boicote o Botafogo, Flamengo, Fluminense, Vasco e Palmeiras, Atlético-MG, Vitória, Ponte Preta , Coritiba, Cruzeiro e Goiás. O Santos não se pronunciou.

O primeiro campeonato sem os descontentes com o São Paulo é a Copa 2 de Julho sub-17, que será realizado de 1º a 13 de julho, na Bahia.

“Onde o São Paulo estiver, o Flamengo e todos os outros clubes da Série A não estarão. Precisamos dar um basta nesse aliciamento”, disse Carlos Noval, diretor das categorias de base do Flamengo.

A ideia é que o boicote se estenda para outras competições na temporada.

“Não será apenas o 2 de Julho, na Bahia, mas qualquer competição que o São Paulo for participar. Antes de tomarmos essa atitude tentamos dialogar, mas eles ignoraram a situação. Se nada mudar iremos boicotar também a Copa São Paulo de juniores “, disse o gerente geral da base do Botafogo, Nei Souto.

A reportagem do UOL Esporte entrou em contato a diretoria do São Paulo. O clube informou que irá se inteirar sobre o anúncio do boicote, se pronunciando até o fim da tarde desta quarta-feira.

O Palmeiras reforçou o boicote: “Foi uma resolução tomada em conjunto com todos os clubes porque são repetidos casos de aliciamento do São Paulo com os pais dos meninos”, informou a assessoria do departamento de base alviverde.

Já o Corinthians se mantém neutro. Embora participe de reuniões para contestar a conduta do São Paulo na base, o time do Parque São Jorge informou que não viu “graves erros” do São Paulo, salientando que não foi notificado sobre o boicote.

“O São Paulo tem sua maneira de atuar na base. Não tem que ficar chorando. Não tenho essa informação [sobre boicote]. E o Corinthians já não vem participando desse torneio há alguns anos [Copa 2 de Julho]. Provavelmente não participaremos, mas não por boicote, e sim por optar por competições internacionais”, disse Fernando Alba, diretor da base corintiana.

Assédio aos pais dos atletas

Os clubes acusam o São Paulo de assediar os pais dos atletas de outras equipes. Um contrato profissional só pode ser feito a partir dos 16 anos. Para segurar jovens com idade inferior a 16, os clubes afirmam existir “código de ética”, controlando transferências.

Um caso emblemático envolve o meia Lucas, atualmente no PSG. O Corinthians alega que o time tricolor ofereceu enorme quantia aos pais do atleta, que na época não tinha vínculo profissional com o Corinthians.

Fonte: Uol

2 comentários em “Cariocas, mineiros e Palmeiras anunciam boicote a torneios de base que tiverem o São Paulo

  1. É como um empregado do uol sair, pista trabalhar no terra. Cada um escolher o melhor pra si, E em categoria de base a melhor éa do São Paulo!

  2. Eis mais uma dos calhordas da parcerira UOL/Gambás: Lucas veio para o São Paulo com 12 anos porque os dirigentes não quiseram bancar nenhum tipo de tratamento para fortalecimento muscular jogador que era franzino. Por sinal, onde jogava efetivamente Lucas? Até hoje o time da marginal não conseguiu provas de que ele jogou por lá. Muito provavelmente um time satélite para desvio de atletas da base. Mas vale a versão do cara de areia mijada e sua gangue, sempre. A verdade nunca é contada e eles é que são éticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*