Calleri mira gols e agiliza passaporte para “se Deus quiser” ir à Europa

Nos próximos dias, o São Paulo terá duas decisões para definir se avança no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores. No domingo, a partida é contra o Audax-SP, em Guarulhos, pelas quartas de final do Estadual. Já na próxima quinta-feira, o duelo será na altitude de La Paz, onde o Tricolor joga pelo empate contra o The Strongest-BOL para avançar às oitavas de final da competição. Mesmo assim, um dos principais jogadores da equipe, o argentino Jonathan Calleri, não deixa de pensar no futebol europeu.

“Coloquei como meta tratar de fazer gols para ir à Europa. Acho que por enquanto eu estou conseguindo. Estou tentando tirar o passaporte comunitário e esperamos que saia antes de junho para se Deus quiser eu ir para a Europa”, declarou o centroavante, em entrevista à ESPN Sur.

O camisa 12 é o atual artilheiro da Copa Libertadores da América, com sete gols marcados. Calleri admitiu que a equipe não iniciou o torneio da melhor maneira possível, mas fez uma aposta: caso o Tricolor chegue aos mata-matas da competição sul-americana, ganhará força e nenhuma equipe vai querer cruzar o caminho do São Paulo.

“A verdade é que não começamos da melhor maneira. Hoje você vê outro São Paulo. A equipe foi melhorando dia a dia, está cada vez melhor e hoje estamos em um bom momento. Estamos muito melhores em relação à quando começamos”.

“Temos muita vontade de estar classificados e de estar nas oitavas. O São Paulo está armando uma boa equipe. Estamos em um bom momento, não excelente, mas não seremos uma equipe que vão querer enfrentar. É a partida mais importante do semestre. Vai determinar onde estamos. Se não ganharmos, seremos criticados pela torcida”, complementou o argentino.

Além de afirmar que os concorrentes não irão querer encarar o São Paulo, o próprio Calleri admitiu que está na torcida para não enfrentar o Boca Juniors, clube no qual foi revelado e atuava antes de chegar ao São Paulo a pedido do técnico Edgardo Bauza.

“Se o São Paulo ganhar (do The Strongest, na quinta-feira), há muitas possibilidades (de enfrentar o Boca). Não quero jogar contra o Boca, prefiro jogar com outro clube. Se jogarmos contra eles, prefiro ficar no banco”, brincou.

 Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Calleri mira gols e agiliza passaporte para “se Deus quiser” ir à Europa

  1. No mínimo estranho. Então todo aquele papo do SP tentar ficar com ele, pelo jeito, é só papo mesmo: o objetivo primeiro é a Europa. Não acho que ele esteja errado, é só diretoria, treinador e imprensa não criarem expectativas onde elas não devem existir…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*