Breno relembra cirurgia que não deu certo e vê São Paulo “mais europeu”

De volta aos treinos do São Paulo há mais de dez dias, o zagueiro Breno se mostrou animado neste domingo (15) com o trabalho realizado no início de temporada por Rogério Ceni. Ao site oficial do clube, o zagueiro lembrou das dificuldades de 2016, quando teve que passar por uma cirurgia de joelho e analisou preparação do clube para 2017.

“Para mim, o ano passado foi bem difícil. Eu tinha acabado de fazer uma cirurgia de menisco. Comecei a jogar, foram dois jogos, alguns amistosos, logo na sequencia não conseguia mais, meu joelho inchava por causa do enxerto de cadáver que coloquei nos Estados Unidos. Meu joelho estava rejeitando. Depois recebi a notícia que teria de operar”, disse o jogador.

Breno citou os sete meses de trabalho duro no Reffis até que ele pudesse estar em condições de treinar com o São Paulo neste ano. “Eu estou bem psicologicamente, treinando, trabalhando forte. A cada treino procuro me concentrar ao máximo para fazer meu melhor. Claro que quem vai escolher o time é o Rogério. Estou trabalhando para quando ele me colocar para jogar, estar 100%, para ajudar o time”, completou.

Após quatro anos em atividade no futebol alemão, o zagueiro comparou o trabalho de Rogério Ceni com o que ele teve em seus anos de Bayern de Munique e Nuremberg. Para Breno, o time passa por uma fase de adaptação aos métodos trazidos pelo treinador dos seus estudos na Europa.

“Ele está com a ideia de lá de fora, isso é muito bom. São jogadas rápidas, pegadinhas. Isso é muito importante. É como ele disse: uma hora de treino, mas intensidade forte”, elogiou.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*