Bola parada “sensacional” do Palmeiras já preocupa zaga são-paulina

Os jogadores do São Paulo retornaram aos trabalhos nesta terça-feira, após o empate com o Coritiba, domingo, no Couto Pereira. Com semana cheia até o encontro com o rival Palmeiras, no sábado, o elenco tricolor realizou apenas uma atividade física nesta tarde, no CT da Barra Funda, e pouco conversou sobre o rival, que venceu as duas últimas partidas, mas ainda está na zona de rebaixamento da liga nacional.

A principal jogada alviverde, porém, já faz a defesa são-paulina se preocupar. “Temos que anular o Marcos Assunção, ele tem uma bola parada sensacional. Vamos marcar certinho dentro da área, para conseguirmos um bom resultado”, atestou o lateral direito Douglas, que ainda tenta retomar sua vaga entre os titulares.

Sem Rhodolfo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, há a possibilidade de Edson Silva iniciar o clássico com Rafael Toloi na defesa. Mesmo sem ainda ter sido anunciada sua escolha pelo técnico Ney Franco, o camisa 14 mostrou estar atento com as jogadas organizadas pelo experiente meio-campista rival.

“É uma arma muito forte deles, temos que tomar cuidado com isso. A gente assiste em vídeo os pontos fortes dos adversários, vamos ver com o Palmeiras virá. Temos que trabalhar firme e forte. Faz tempo que não tomamos gols de bola parada, temos que manter este bom momento, que vai ser importante”, acrescentou.

Além das cobranças de escanteios e faltas, o atacante Barcos é outro motivo de atenção no clube tricolor. A demonstração de perigo do argentino, que voltará ao Palmeiras após disputar nesta quarta-feira o Superclássico das Américas, é o clássico entre as equipes ainda no Paulistão, que terminou empatado por 3 a 3, com dois gols do Pirata.

“Teremos que ter concentração com ele em todo o momento. O Barcos já mostrou que é um jogador de seleção, um dos principais artilheiros do Palmeiras. No clássico lá em Presidente Prudente ele fez dois contra nossa defesa, então precisamos ter todo cuidado e não sermos surpreendidos”, definiu.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*