Bola na trave aos 48 convence Muricy de que time merecia vitória

Uma bola cabeceada por Luis Fabiano na trave, aos 48 minutos do segundo tempo, foi a prova, para Muricy Ramalho, de que seu time buscou a vitória o tempo todo e foi superior ao Coritiba, neste sábado. Na opinião do treinador, o São Paulo jogou bem tanto na primeira quanto na segunda etapa da partida, que terminou empatada por 2 a 2.

“O time foi para cima do começo até o fim, quando demos uma bola na trave”, avaliou. “Tivemos volume nos dois tempos, mas a infelicidade na bola parada outra vez. Mas, no geral, o time foi aguerrido e intenso até o final. A gente criou, teve mais posse de bola. O time jogou bem”.

O placar do Pacaembu – o jogo não foi no Morumbi porque o estádio está alugado para a realização de dois shows – foi inaugurado por Alexandre Pato, aos 21 minutos do primeiro tempo. Robinho, antes do intervalo, e Chico, já na segunda etapa, colocaram o Coritiba em vantagem. Mas, aos 26 minutos, Ademilson assegurou o quinto ponto da equipe em três rodadas do Campeonato Brasileiro.

Apesar de ter somado apenas um ponto como mandante, Muricy considerou-o mais animador do que aquele conquistado no domingo passado, em Uberlândia, contra o Cruzeiro.

“O time não me decepcionou. Contra o Cruzeiro, sim, não jogou tudo aquilo que sabe. Aquele jogo, sim, me deixou insatisfeito. Mas o jogo de hoje (sábado) é que me deu esperança. Nosso volume de jogo foi muito bom. A oscilação é do campeonato. Esse campeonato não é fácil, é pedreira. Mas hoje sofremos um pouco só nos contra-ataques, o que é normal”, disse.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net

Luis Fabiano quase deu a vitória ao São Paulo. “Foi um pecado ela (a bola) não ter entrado”, disse, após o jogo

Quem se decepcionou foi Luis Fabiano. Depois de ver Pato e Ademilson balançarem a rede, o artilheiro são-paulino desceu para o vestiário frustrado por ter acertado a bola na trave. “Foi um pecado ela não ter entrado. Infelizmente, não tive sorte, né? Mas, paciência”, falou o camisa 9.

 

O próximo compromisso no Brasileiro será domingo que vem, frente ao Corinthians, em Barueri. Mas o São Paulo vai a campo antes disso, na quarta-feira, quando decide contra o CRB, no Pacaembu, uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil, depois de ter perdido o jogo de ida por 2 a 1, em Maceió.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Bola na trave aos 48 convence Muricy de que time merecia vitória

  1. Não decepcionou? Jogar em casa contra o Coritiba do Celso Roth e tomar dois gols ; ver seu time ser ameaçado de tomar ainda outros dois, pelo menos; empatar numa jogada de muita sorte – bonita por sinal, mas de muita sorte, e não se decepcionar, é porque existe “alguma coisa de podre no reino do Morumbi”.
    Bendita bola na trave: salvou a noite de nosso treinador! Só que a minha . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*