Bauza tem conversa com a diretoria para alinhar postura no São Paulo

Edgardo Bauza falou mais do que deveria para a imprensa argentina nos últimos dias e deixou alguns dirigentes do São Paulo insatisfeitos. Por isso, uma reunião entre as partes foi realizada para que as arestas fossem aparadas.

Desde que viajou à Argentina para conversar com dirigentes da AFA na última sexta-feira, o comandante são-paulino vem sendo extremamente solícito com a imprensa daquele país. Tanto que a informação de que ele viajaria a Buenos Aires para a reunião circulava nas redes sociais desde a tarde de quinta, mas a diretoria são-paulina só foi informada à noite pelo treinador.

A cúpula do Morumbi obteve respostas concretas de Bauza apenas na manhã de sábado, quando o treinador retornou ao Brasil para treinar o São Paulo antes do jogo contra o Grêmio. Na ocasião, depois de dizer que seria algo muito lindo treinar a seleção argentina, Patón revelou que não recebeu convite.

Outro ruído na comunicação é em relação a reforços. A atual gestão são-paulina tenta tratar a negociação de reforços sempre sob sigilo. Na última segunda, porém, Bauza afirmou que o clube tentava a contratação de Pratto, do Atlético-MG, ou Barrios, do Palmeiras.

Além disso, Bauza tem repetido, em tom crítico, que perdeu quatro jogadores do time (Ganso, Rogério, Calleri e Alan Kardec), justamente depois de o São Paulo atender a alguns pedidos do treinador, com as contratações do atacante Andrés Chávez e do lateral direito Buffarini.

A diretoria de futebol, então, se reuniu com o técnico. O pedido foi claro: jogar junto com o clube a partir de agora.

A primeira reação de Edgardo Bauza foi tentar esclarecer à imprensa brasileira como foi sua viagem a Buenos Aires.Na terça, o técnico pediu para conceder entrevista (veja vídeo abaixo), explicou como foi a conversa com os dirigentes da AFA e garantiu: sua cabeça está apenas no São Paulo. A coletiva do comandante argentino em uma terça-feira foi novidade na programação tricolor. Bauza geralmente conversa com a imprensa às vésperas dos jogos da equipe. A expectativa para o dia, aliás, era a apresentação de Andrés Chávez, novo reforço do clube.

O atacante argentino realizou o seu primeiro treino com a camisa do São Paulo nesta terça emarcou um golaço de bicicleta. Após o belo cartão de visita, o Tricolor apresentará o jogador na manhã desta quarta, no CT.

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Bauza tem conversa com a diretoria para alinhar postura no São Paulo

  1. Parece que o Patón tem um bom comando sobre os jogadores e sabe dar treinos, ajustando posições, principalmente, defensivas.
    Mas, tem uma péssima leitura durante os jogos.
    Há duas partidas que eu considero que perdemos por culpa exclusiva dele.
    A primeira foi a partida no Morumbi contra o Atlético Nacional. O time deles é melhor que o nosso. Partimos para cima tentando definir nos primeiros 30 minutos. Não conseguimos. Com a expulsão do Maicon e o jogo 0x0 o time deveria ter se fechado e jogado para manter o 0x0. O que ele fez? Colocou o Mena que vinha fazendo uma má partida na lateral esquerda como zagueiro central e tomamos dois gols por ali.
    A segunda foi a última partida contra o Grêmio. Jogamos com dois no meio de campo, Tiago Mendes e Wesley e com 4 jogadores perdidos em campo, Centurión, Cueva, Gilberto e Michel Bastos. O Grêmio teve mais de 60% de posse de bola no primeiro tempo. O que ele deveria ter feito? Sacado dois dos quatro citados acima e colocado o João Schmidt e o Artur e congestionado o meio, jogando só com o contra-ataque. O que ele fez? Trocou o Gilberto pelo Kelvin e o Centurión pelo Pedro. Ou seja, não alterou em nada a estrutura errada do time. Deu no que deu. Só não tomamos uma goleada graças ao Dênis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.