Bauza elogia Centurión e o projeta como titular absoluto do São Paulo

Edgardo Bauza não desiste de seu compatriota Ricardo Centurión. Apesar da torcida já ter perdido a paciência com o camisa 20, o treinador argentino segue bancando o meia-atacante e o projeta como titular do time quando ele repetir as atuações que fizeram o São Paulo comprá-lo no ano passado. Antes de chegar ao Brasil, Centurión era o camisa 10 do Racing (ARG) e marcou o gol do título argentino em 2014. Na última terça-feira, fez um bom segundo tempo contra o Mogi Mirim no Pacaembu e recebeu elogios.

– Se ele está bem, é um atleta que pode oferecer ao time ao que ofereceu hoje (terça-feira), no centro, pelo lado, quase marca gol. Mas, por razões que não vem ao caso agora, leva tempo, porque passa pela confiança, por muitas coisas, ainda não está bem. Mas se ele recupera o nível futebolístico que teve quando chegou, vai ajudar nossa equipe para que funcione melhor. Foi a melhor partida que jogou, mas pode dar mais. E estando bem, sempre vai começar as partidas, porque me agrada seu nível de jogo – afirmou Patón.

Centurión tem sido muito criticado este ano com atuações abaixo da média. Ele joga sempre aberto pela direita e vinha disputando posição com Rogério, xodó da torcida e autor de um dos gols na vitória sobre o Mogi. No entanto, após a partida o técnico argentino disse que o camisa 17 não é desequilibrante jogando pelos lados e deu a entender que ele só será escalado no meio, em função parecida à de Ganso. Problema é que o jogador disse não gostar de atuar por ali…

Ainda sobre Centurión, o treinador argentino já gostava do futebol do meia-atacante na época que dirigia o San Lorenzo e até pediu sua contratação. No São Paulo, o camisa 20 tem sido titular na maioria dos jogos em 2016, embora ainda não tenha marcado nenhum gol.

Centurión sofreu com problema de adaptação no São Paulo e teve um problema de saúde na família no ano passado. Ele custou
cerca de R$ 14 milhões ao clube e assinou contrato de quatro temporadas.

Fonte: Lance

4 comentários em “Bauza elogia Centurión e o projeta como titular absoluto do São Paulo

  1. A vinda do Bauza, a meu ver, só beneficiou o futebol do Hudson que, com ele, melhorou seu futebol. Em compensação o treinador está matando o do Tiago Mendes, do MBastos e do Rogério. Sua insistência com o Centurion não é normal. Seria bom que o Centu fosse tudo que diziam dele jogando na Argentina. No SP ele nunca jogou nadinha. Não vi nada no jogo de ontem que credenciasse o treinador a elogiá-lo tanto (só se ele considerou um único chute a gol, muito bonito por sinal, como um bom desempenho, merecedor de elogio público). Melhor seria ele orientar o atleta nos treinamentos e esperar ele melhorar seu desempenho antes de lhe garantir uma titularidade no time…

  2. Então aí é que mora o problema com o Bauza, ele tem aquela mentalidade antiga de bancar jogador ,isso é um erro pois acho que o jogador se banca sozinho a partir do momento que ele joga bem e participa ativa/eficientemente dos jogos.
    Não concordo de forma alguma nessa coisa de insistir em jogadores que não estejam bem seja ele quem for,depois leva um pé na bunda e vai ficar se lamentando na mídia dizendo que não entendeu sua saída.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*