Bauza cita falta de qualidade para finalizar e vê classificação ameaçada

Um resultado justo e uma clara amostra de que a equipe precisa evoluir se quiser ter sucesso na Taça Libertadores da América. Foi dessa maneira que o técnico do São Paulo, Edgardo Bauza, analisou a derrota por 1 a 0 para o The Strongest, na noite desta quarta-feira, no estádio do Pacaembu.

– O resultado foi justo. Ganha quem é mais efetivo. Tivemos 75 minutos de posse de bola e criamos poucas chances. Faltou qualidade para finalizar as jogadas que começamos. O time não fez uma boa partida. Por mais atacantes que eu tenha colocado, não conseguimos abrir o jogo. Além disso, não podemos ignorar os méritos do rival. Encontrou um gol de bola parada e se defendeu bem. Não tivemos as armas para quebrar isso – afirmou o treinador argentino.

O resultado complica e muito a situação da equipe no Grupo 1 da Taça Libertadores da América, já que o time deixou de somar pontos atuando como mandante.

– É um torneio difícil. Falei com os jogadores antes das partidas no Peru que não há jogos fáceis na Libertadores. Qualquer erro pode eliminar. Esse resultado complica muito para a classificação. Estamos muito tristes, mas vamos seguir acreditando na classificação. É o primeiro objetivo. Perdemos três pontos importantíssimos. Mas seguiremos lutando – ressaltou Bauza, com o semblante bastante abatido.

São Paulo x The Strongest Edgardo Bauza (Foto: Marcos Ribolli)Edgardo Bauza não aprovou o rendimento da equipe na partida desta quarta-feira (Foto: Marcos Ribolli)

 

O treinador explicou as substituições que fez na partida. No intervalo, Hudson foi substituído porque reclamou de dores, e Bauza não quis correr o risco de perder o jogador por lesão.

– Tentei fazer o time jogar mais. Queríamos ganhar o jogo. Na primeira troca, Hudson sentiu dores. Poderia não jogar os 90 minutos e se lesionar. Entre ele e Thiago, escolhi ele (entrou Calleri). Recuei um pouco o Ganso e abri os pontas. Mas não tivemos claridade. O Rogério foi para ter velocidade pelos lados, mas não conseguimos muito – explicou o técnico, que também colocou Kieza no segundo tempo.

Pela Taça Libertadores, a equipe voltará a campo somente no dia 10 de março, contra o River Plate, em Buenos Aires. No próximo domingo, o time enfrentará o Rio Claro, pelo Campeonato Paulista, em jogo que pode marcar a reestreia de Diego Lugano com a camisa do São Paulo.

– Hoje (quarta-feira) fez uma hora de treino e respondeu bem. Vamos ver como segue, se mantém… Se continuar assim, é provável que esteja entre os convocados. Depois vemos se vai jogar ou não – disse Bauza.

 

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Bauza cita falta de qualidade para finalizar e vê classificação ameaçada

  1. bauza alem de não treinar direito o time agora ainda é frouxo já está jogando a toalha da libertadores .

    diretoria cuca está pronto para voltar a trabalha ainda dar tempo de ganhar a libertadores .

    pra sempre soberano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*