Ataíde pode ir atrás de Dudu, mas apenas se o Grêmio desistir

O São Paulo já fechou com o lateral-esquerdo Carlinhos e está próximo de acertar com o lateral-direito Bruno, ambos do Fluminense, e já estaria na briga por Dudu, do Grêmio, não fosse o respeito a um dirigente do clube do Sul. O presidente Carlos Miguel Aidar e o vice de futebol Ataíde Gil Guerreiro são amigos do mandatário gaúcho, Fábio Koff, e vão esperar o desfecho das negociações entre as partes para procurar o atleta.

Dudu pertence ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia, e está emprestado aos gremistas até o fim deste ano. O Tricolor Gaúcho tem até o dia 20 de dezembro para encontrar um investidor ou recursos para ficar com o veloz atacante, mas mesmo com a preferência nas negociações já encontra problemas devido à concorrência de Flamengo e Corinthians.

– A única coisa que atrapalha o assunto Dudu é ele ser do Grêmio. Sou muito amigo do Koff desde os tempos do Clube dos 13. O Koff está procurando investidor e recurso para ficar com o Dudu. Até 20 de dezembro ele tem direito, tem a preferência. Se ele sair, entro na briga com Flamengo e Corinthians, mas tenho certeza que ele vai conseguir recurso para manter o Dudu lá no Grêmio – disse Ataíde, à Rádio Transamérica.

Não seria a primeira vez que o São Paulo entraria na disputa para ter Dudu. Em 2012, quando Ney Franco foi contratado para o lugar de Emerson Leão, o nome do atacante esteve muito próximo do Morumbi. Já no início do ano passado, o atleta revelado pelo Cruzeiro voltou a ter o nome especulado no Tricolor Paulista. A missão para substituir Lucas, no entanto, acabou fracassando.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.