Árbitro vira ‘inimigo número 1’ e São Paulo prepara ofício à Conmebol

O chileno Patricio Polic virou persona non grata no São Paulo. Ele foi o árbitro da partida contra o Atlético Nacional (COL), pelo segundo jogo das semifinais da Libertadores. Ainda indignado com a atuação do homem do apito, o clube prepara um ofício para enviar à Conmebol. Sentiu-se totalmente prejudicado e pedirá providências à entidade.

O São Paulo ainda não digeriu o modo como foi eliminado. O técnico Edgardo Bauza demonstra um sentimento de amargura. O argentino disse depois da partida que não poderia falar o que sentia porque seria punido severamente. Ontem, abriu a entrevista coletiva ironizando o árbitro chileno, ao ser perguntado o que será do time a partir de agora na temporada.

– O mais importante de tudo é Polic não vai nos dirigir – disse Bauza, ainda inconformado.

O treinador disse que uma vitória no clássico de amanhã pode melhorar o astral, mas ressaltou que será difícil superar o baque.

– Ganhar o clássico sempre vai bem, mas não vai mudar a amargura que tivemos. Vai demorar um pouco para mudar por causa da forma. Vai ser uma boa partida, com duas equipes com ambições e oxalá possamos ganhar. Não só para a torcida, como para o grupo de atletas – disse.

A reclamação maior dos são-paulinos é com um pênalti não marcado em Hudson no fim do primeiro tempo e o modo como Polic conduziu o jogo. No segundo tempo, ele fez confusão ao expulsar Michel Bastos e depois voltar atrás. Acabou mostrando cartão vermelho para Lugano e Wesley, que saíram indignados.

O São Paulo também diz que há, nos últimos anos, uma série de erros a favor do Atlético Nacional. A reclamação é comum no continente.

Fonte: Lance

4 comentários em “Árbitro vira ‘inimigo número 1’ e São Paulo prepara ofício à Conmebol

  1. Futebol não é esporte, é dinheiro, quem tem mais compra um título.
    Esses BANDIDOS de federações não estão preocupados com o esporte e sim quanto vão levar.

    Esse arbitro é safado, ficou afastado por oito meses e voltou pra nos roubar.

    Eu também não digeri, o SPFC não passaria nem por decreto, muitos campeonatos já foram decididos não pelo esporte, e sim por PILANTRAGENS, aqui no Brasil os dois principais clubes em termos de torcida já ganharam assim, virou pratica desde 1977, quando um certo time comprou meio mundo para sair da fila.

  2. Sao paulo esta falido, e o Nacional esta nadando em dinheiro, quem vcs acham que vai conseguir ser campeao?
    E de nada vai adiantar so SP espernear, fazer protesto e etc, enquanto a entidade maxima do futebol mundial nao intervir na commebol sera sempre assim, ganha quem eles querem.

  3. A resposta é simples: muito dinheiro envolvido. O dono do Atletico Nacional tem uma fortuna avaliada em mais de R$ 5 bilhoes. Precisa falar mais alguma coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.